Usuário:
 
  Senha:
 
 

Baitaca:
Meu Rio Grande é desse jeito
 

 

Buenas, Vivente! O sítio Bombacha Larga agradece a tua honrosa visita, reafirmando o seu propósito de seguir lutando pela preservação das autênticas tradições do Povo Gaúcho Sul-brasileiro! Pois como asseverou o Patrono do Tradicionalismo, João Cezimbra Jacques, "povo sem tradição é como uma árvore sem raízes". Sejas bem-vindo, chê!
 

ATENÇÃO! Prezados visitantes! O sítio Bombacha Larga informa que está, desde 30 de janeiro de 2007, reprisando as matérias publicadas anteriormente. Saudações Tradicionalistas e um quebra-costelas cinchado a todos!

24/08/2006 15:56:22
A GAÚCHA SIMPLICIDADE DA TRADIÇÃO DO RIO GRANDE!
 
Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro: culto e preservação das antigas Tradições
dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul!
............................................................................

O Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro é sinônimo de apego às tradições, aos usos e costumes antigos dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul. As primeiras iniciativas desse Movimento Cultural Regionalista-tradicional Sul-rio-grandense deram-se com a fundação da Sociedade Sul-Riograndense, no Rio de Janeiro, em 1858. Seus fundadores - intelectuais liderados por Antônio Pereira Coruja -, preocuparam-se com a organização e a valorização das autênticas tradições dos gaúchos sul-rio-grandenses. E é desde essa época que o Tradicionalismo se estriba na vida rural e campeira dos homens e mulheres da região pampeira do Sul do Brasil. As lidas duras com o gado; as campereadas, tropeadas; o ato de parar rodeio, com marcação, castração e os cuidados com os animais; a carneação; os serviços da lavoura e da criação doméstica, dentre outros afazeres, transformaram gaúchos e gaúchas do interior do Rio Grande do Sul em um tipo humano rude, simples, franco, forte e valente. Contudo, essas atividades campesinas dos habitantes da Região do Pampa Sul-brasileiro não os impediram de serem respeitadores, dignos, gentis e hospitaleiros. Os Gaúchos Pampeiros do Rio Grande - defensores da liberdade, da igualdade e da fraternidade -, também puderam demonstrar intenso amor por sua Pátria, em diversas passagens da História Brasileira.  E apesar de simples, garantiram como princípio a palavra empenhada: o homem, por meio de um fio de seu bigode; a mulher pela honra de sua família. Mantiveram e continuarão a manter, os gaúchos sul-brasileiros, as suas dignidades pessoais, marca de todos os Sulistas do Brasil. Portanto, ao representar o Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro o estado de consciência que visa o culto e a preservação das autênticas tradições campeiras dos gaúchos sul-rio-grandenses, é de se esperar que todas as atividades desenvolvidas no seu âmbito primem pela simplicidade, característica principal dos interioranos do Pampa Sul-rio-grandense. A começar pela indumentária regional. O uso da Pilcha Gaúcha dos Tradicionalistas Gaúchos Brasileiros deve apresentar-se coerente com a antiga, campeira, regional e verdadeira Tradição do Estado Sulino e a singeleza do peculiar Jeito de Vestir dos Gaúchos e Gaúchas do Pampa do Rio Grande do Sul. A mulher interiorana, que formou a antiga Tradição Gaúcha Sul-rio-grandense, nunca montou a cavalo para ir à cidade, aos bailes ou a qualquer lugar trajando bombachas - uma peça essencialmente masculina - ou com os Trajes Alternativos, inventados nos dias de hoje para atender aos propósitos mercadistas. E as cores fortes e pretas, estas usadas tradicionamente só para o luto, evidentemente que nunca fizeram parte do típico e tradicional Modo de Vestir dos Gaúchos do Interior do Pampa Sul-rio-grandense. Portanto, o uso delas aponta para uma grave incoerência histórica, cultural e regionalista-tradicional. No mesmo sentido os chapéus de couro, desbeiçados, copa alta, no estilo polícia montada, claros, chaparral, countries, abas laterais viradas para cima e aba frontal caída na fronte; os barbicachos de metal; as boinas coloridas importadas; as calças justas, estreitas, com bolsos traseiros e alças no cós para as cintas urbanas; os lenços estampados, pretos, finos, curtos, escondidos, virados, folclóricos, exagerados, triangulares, por fora da gola da camisa; os cintos, as guaiacas porchetão freio de ouro e as rastras platinas, no lugar da tradicional guaiaca sul-rio-grandense - cinturão com bolsas; os coletes tipo cawboy, em tons diversos ao das bombachas. A continuar pela encilha: sem pelegos, ou com estes muito curtos; pratarias, cordas de nylon, arreamento australiano, americano, colorido; estribos curtos demais; cincha no sovaco do cavalo; laços emborrachados, coloridos, e cordas texanas, dentre outras tantas impropriedades regionalista-tradicionais sul-rio-grandenses, não podem jamais ser consideradas como usos e costumes da Tradição dos Gaúchos Campeiros do Pampa Sul-brasileiro. Além disso, elas atentam contra a pureza de uma antiga e regional tradição, esse Bem Cultural Público pertencente ao Estado Sulino, aos Sul-rio-grandenses, ao Brasil e a todo o Povo Brasileiro. Esse Assassinato Cultural continua nos Rodeios Crioulos da Tradição Gaúcha do Rio Grande do Sul. A gineteada vacum – em touro, boi, vaca ou terneiro-, e em ovelhas; as gineteadas comerciais basto, garupa sureña, e seus sedéns que derespeitam a legislação ambiental brasileira;  a prova de laço em vaca mecânica puxada por motos; a narração de Rodeios e a execução de músicas no estilo texa-sertanejo; a miscelânia da Tradição Gaúcha com Festa Rave, Pagode, Funk, Country, Forró, bem ao gosto dos políticos locais e das suas Associações Tradicionalistas; práticas estas que sabidamente não representam e desnaturam as autênticas Tradições Campeiras dos Gaúchos do Rio Grande. Diante dessas e outras tantas deturpações culturais, regionalista-tradicionais gaúchas sul-rio-grandenses, observar os preceitos histórico-regionais da Terra Gaúcha Sul-brasileira é medida essencial para a preservação da Tradição Regional do Estado e do Povo Gaúcho do Rio Grande do Sul; e uma exigência imprescindível nas atividades culturais inerentes ao Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro organizado. Só dessa forma é que aquele trabalho iniciado pelos gaúchos de 1858 e revitalizado pelos heróicos moços tradicionalistas gaúchos de 1947 será verdadeiramente cultuado, valorizado e preservado para as novas e futuras gerações, por Tradição. Só assim é que o MTG Brasileiro fará jus ao seu sentido inato de apego aos usos e costumes antigos dos gaúchos sul-rio-grandenses e de culto, zelo, cultivo, defesa, preservação, retransmissão e correta divulgação, para o mundo, das antigas, das autênticas Tradições dos Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul!

............................................................................
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
24/08/2007 14:01:59 celso meireles do couto - pelotas / RS - Brasil
ISTO QUE FOI DITO NO COMENTÁRIO DE VOCÊS É UMA PURA VERDADE! JÁ NÃO SE TEM MAIS GAÚCHOS COMO ANTIGAMENTE. MAS NAO PODEMOS SE ENTREGAR PROS HOMEM. SE A BALA VEM POR CIMA, NÓS SE ABACHEMO; SE VIER POR BAIXO, NÓS SALTEMO, INDIADA!
Sítio: *****
Listado 1 Comentário!
.................................................................................................................................................
 
26/10/2014 23:23:35 ELEIÇÃO É VOTAR NOS HONESTOS CANDIDATOS DO PODER ECONÔMICO!
04/10/2014 07:26:50 NA DOUTRINA MATERIALISTA NÃO HÁ CULTURA NATIVISTA!
13/07/2014 18:04:04 FORRANDO O PONCHO, COM O CABRESTEIO DOS NÉSCIOS!
13/06/2014 07:00:29 TRAMPA NA PENCA FALSA E NAS PELADAS DE CALÇA!
03/06/2014 19:59:22 NUM CUSCO HÁ UM AMIGO; NESSA MATILHA, UM CASTIGO!
13/05/2014 19:17:43 TODO DIA É DIA DE MEIO AMBIENTE: AGREDIDO, HOSTILIZADO!
28/04/2014 09:13:21 CONSCIENTES E NÃO CONSCIENTES: TODOS SOMOS IRMÃOS!
24/03/2014 15:11:18 NA BOCA DE QUEM NÃO PRESTA QUEM É BOM NÃO VALE NADA!

09/05/2014 12:09:37 COM IMPORTAÇÕES E MODISMO NÃO HÁ TRADIÇÃO NEM TRADICIONALISMO!
31/03/2014 10:30:46 CONHECIMENTO, CONSCIÊNCIA, TRADIÇÃO!
31/12/2013 19:43:18 UMA FELIZ FESTA GAUCHESCA DE PASSAGEM DE ANO A TODOS!
02/08/2013 10:41:01 A PILCHA TRADICIONAL DOS GAÚCHOS BRASILEIROS!
10/07/2013 10:18:59 21ª EXPOTCHÊ: BRASÍLIA MAIS TCHÊ DO QUE NUNCA!
18/04/2013 21:01:08 TRADIÇÃO É PATRIMÔNIO ANTIGO, PRESERVADO E RETRANSMITIDO!
10/04/2013 10:37:06 UMA FESTA CAMPEIRA DA TRADIÇÃO DO RIO GRANDE?
15/03/2013 09:02:03 TRADIÇÃO É PATRIMÔNIO ANTIGO, NÃO ESSA HODIERNA E COMERCIAL EXPLORAÇÃO!
 

Quero Cadastrar meu E-mail Quero Remover meu E-mail
E-mail:
 
Untitled Document