Usuário:
 
  Senha:
 
 

Os Muuripás:
Anu, Chimarrita, Balaio, Dança dos Facões e Chula

 

17/07/2009 11:59:20
MODELOS DE BOMBACHAS GAÚCHAS DO RIO GRANDE DO SUL
 
As Bombachas da Tradição dos Gaúchos Campeiros do Rio Grande do Sul
são as calças muito largas, presas por botões na região dos tornozelos!
............................................................................

A BOMBACHA DA TRADIÇÃO DOS GAÚCHOS CAMPEIROS DO RIO GRANDE DO SUL

 

Bombachas, como revelam todos os dicionários de língua portuguesa, são calças muito largas, presas por botões logo acima do tornozelo. Por consequência, as calças justas e com alças no cós, que os modismos comerciais impõem aos gaúchos brasileiros, por meio do mercado musical, longe estão de serem tidas como a peça masculina típica da Tradição dos Gaúchos Campeiros do Rio Grande do Sul. 

 

 

 

 

 

 

 

 

A bombacha gaúcha sul-rio-grandense, conforme as Diretrizes do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul, pode ser confecionada com tecidos como o brim (mas não o jeans), a sarja, o linho, o algodão, o oxford ou a microfibra, nas cores claras ou escuras, sóbrias ou neutras, como, p. ex., marrom, bege, cinza, azul-marinho, verde-escuro, evitando-se sempre as cores fortes, agressivas, berrantes, fosforescentes, contrastantes, cítricas, como vermelho, amarelo, laranja, verde-limão, cor-de-rosa e outras que afrontam o tradicional e comedido modo de vestir dos gaúchos interioranos sul-rio-grandenses.

 

Quanto ao modelo da bombacha tradicional do Rio Grande do Sul, esta deve ser feita com o tecido liso, listradinho e de um xadrez muito discreto, com o cós largo e sem alças, dois bolsos na lateral e punhos abotoados nos tornozelos.

  

  

 

 

 

O uso de favos na lateral da bombacha depende da Tradição verificada dentro de cada uma das regiões do Estado do Rio Grande do Sul, devendo a bombacha apresentar nos seus favos-de-mel os desenhos mais antigos e, por isso mesmo, tradicionais do gaúchos sul-rio-grandenses, repassados de pai para filho, pelo tempo, de forma espontânea e contínua, até os dias atuais, de forma a evitar-se as importações mercosuristas e as modas de um mercado sem compromisso algum com a preservação da Cultura Regionalista-tradicional dos Gaúchos Brasileiros.

 

Quanto à largura da bombacha gaúcha do Rio Grande, esta deve estar condizente com a respectiva tradição regional dos seus usuários. A bombacha, p. ex., de acordo com os registros históricos e sociológico-tradicionais sul-rio-grandenses, na região da Fronteira do Rio Grande do Sul é mais larga, sendo na região da Serra mais estreita e nas demais regiões do Estado de largura mediana.

 

Sempre usada por dentro das botas, a bombacha gaúcha sul-rio-grandense, em nome do culto, da preservação e da correta divulgação das autênticas Tradições Regionais dos Gaúchos Campeiros do Rio Grande do Sul, jamais pode vir a ser confundida com uma calça e ser ostentada com tecidos plissados ou de cores que agridam o tradicional Jeito Gaúcho Sul-brasileiro de Vestir.  

 

 

 

   

As imagens acima postadas objetivam informar tanto aos atuais e futuros usuários da Pilcha Gaúcha Sul-rio-grandense, como também aos costureiros e costureiras que necessitam de subsídios para a confecção da verdadeira, da autêntica bombacha gaúcha sul-brasileira: a Calça Larga dos Gaúchos Campeiros do Sul do Brasil!

 

José Itajaú Oleques Teixeira

BOMBACHA LARGA: na luta pela preservação das autênticas Tradições do Povo Gaúcho Sul-brasileiro! 

............................................................................
Untitled Document