Usuário:
 
  Senha:
 
 

Grupo Reponte:
Trancaço de Galpão

 

27/03/2006 19:21:27
FAZER TRADIÇÃO GAÚCHA DO RS: UM DIREITO TRADICIONALISTA!
 
Prendas do CTG Herança Gaúcha, de Chapecó-SC!
............................................................................

Quem é Tradicionalista ou faz parte do Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro há de ter, necessariamente, o espírito dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul. Porém, diante das aberrações ocorridas no interior de muitas das Entidades Culturais filiadas ao MTG Brasileiro, o Cidadão Tradicionalista pode e deve Fazer Antiga e Campeira Tradição Gaúcha do Rio Grande longe daquelas Sociedades Tradicionalistas que se afastaram da Filosofia de Atuação trazida na Carta de Princípios e nos Fins Culturais Institucional-estatutários do Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro organizado. Este, pois, é um direito garantido a todo e qualquer Cidadão Tradicionalista. A Cultura Regionalista-tradicional Gaúcha Sul-rio-grandense, um antigo Patrimônio Cultural recebido dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa Sul-brasileiro, não é um privilégio apenas de órgãos e entidades do Tradicionalismo, mas do Estado Sulino, dos Sul-rio-grandenses, do Brasil e de todo o Povo Brasileiro. Cultuar, defender, preservar e corretamente divulgar a antiga Tradição Regional do Rio Grande é um dever do MTG Brasileiro, de suas Entidades Tradicionalistas e de seus integrantes filiadose um direito garantido a todos os Tradicionalistas Gaúchos do Brasil. Cada cidadão já nasce detentor dessa Riqueza Cultural recebida dos Antepassados do Pampa do Rio Grande do Sul. A critério pessoal, por uma questão de livre arbítrio, qualquer pessoa poderá, a qualquer tempo, passar a preservá-la, cultuá-la, defendê-la, retransmiti-la e adequadamente divulgá-la. E mesmo diante da existência dos inúmeros descalabros ocorridos no Tradicionalismo organizado, nos dias atuais, não deve o Cidadão Tradicionalista se afastar do culto à sua Tradição Gaúcha Sul-rio-grandense. Ao contrário, quem valoriza e defende a Identidade Cultural Regionalista-tradicional dos Gaúchos Brasileiros tem a consciência de que os deveres de culto, preservação, retransmissão e adequada divulgação das Coisas Gaúchas Tradicionais do Rio Grande não estão limitados apenas às Entidades vinculadas ao Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro organizado, mas a todos os seguimentos da sociedade e a todo o Cidadão detentor, por herança, do antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Estado e do Povo do Rio Grande do Sul. Assim, fábricas, escolas, clubes, grupos de amigos e de familiares, e indivíduos, isoladamente, todos estão autorizados, pelo direito social à Cultura Regionalista-tradicional Sul-rio-grandense, a render culto às antigas Tradições dos Antepassados Gaúchos Pampeanos do Estado Garrão-sul do Brasil. Vivenciar a Tradição Regional do Rio Grande do Sul é, antes de tudo, um direito garantido a qualquer cidadão. Individualmente ou em grupo, os Tradicionalistas podem e devem reverenciar, zelar, retransmitir, defender os usos e os costumes tradicionais, antigos, regionais, da Terra Gaúcha, do Rincão Sulino, do Pago Sul-rio-grandense, da Querência Sul-brasileira. Afinal, preservar a autenticidade da antiga Tradição Gaúcha Sul-rio-grandense, além de um dever institucional-estatutário tradicionalista gaúcho brasileiro, é um direito garantido a todos aqueles que, por identificação e afinidade com a Filosofia e o Jeito de Viver dos Antepassados Interioranos do Pampa do Rio Grande do Sul, possuem o Espírito dos antigos Gaúchos Campeiros do Sul do Brasil!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document