Usuário:
 
  Senha:
 
 

Chico Raymundo:
Quando sopra o Minuano,
de Barbosa Lessa

 

09/07/2006 21:22:34
O HORÓSCOPO CAMPEIRO!
 
A Sesmaria da Terra nos dá a força do coração, do sentimento
telúrico, do gosto pelas coisas de nossa gente e de nosso chão!
............................................................................

Barbosa Lessa, um dos pioneiros do Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro organizado, jornalista, historiador, folclorista e poeta, escreveu que “de noite a gente olha pra o céu e vê o Cruzero lá no lugar dele, as Três Maria e miles de outras estrela no lugar certinho. E antes do sol nascer, lá surge a Boieira, também no lugar dela. Mas assucede que esse céu, intero, é que nem a metade duma laranja, dividida em doze gomo, que os antigo da Babelônia chamaram de Zodiaco. As borda dessa metade de laranja tocam no nosso horizonte e dividem a Terra que nem uma baita roda de carreta com os aro centralizando. Entre um e outro desses aro é que nasci eu, nasceu o senhor, nascem todos os viventes, cada qual com sua estrela-guia desde a nascença até o último suspiro. De premero, o Zodiaco era um campo reiúno, sem dono. Mas aí Nosso Senhor deu carta de sesmaria pra um premero dono, o Coronel Horoscópio. Quando o coronel morreu, aconteceu a partilha e os herdero ganharam quatro sesmaria: a da Água, a da Terra, a do Ar e a do Fogo. A Sesmaria da Água é que põe em cada um de nós a força do ‘estinto’ (instinto): o peão munta a cavalo e se toca, sem nem querer saber pra onde vai. A Sesmaria da Terra nos dá a força do coração, do sentimento. O peão vai indo mas é capaz de interromper a viage só porque encontrou por acauso um ternero abichado, que percisa ser curado; ou fica parado um tempão só pra olhar o céu azul de maio com as baba-de-boi tão bonita. A Sesmaria do Ar traz a força da cabeça, a inteligença: o peão olha bem antes de seguir em frente, ou até nem segue se o tempo está mui fechado. E a Sesmaria do Fogo traz a força do estudo, a ciença, misturando em dose certa o estinto, o coração e a cabeça: o peão leva o cavalo firme na rédea, o cavalo arrespeita o campero e não vai corcovear com os arreio nem se assustar por qualquer levantada de perdiz. Bueno! Mais tarde aconteceu nova partilha, com cada uma dessas sesmaria se dividindo em três estância – num total de doze, que são os doze gomo da metade-de-laranja que eu falei. Da Sesmaria da Água saíram a Estância do Caranguejo, a do Escorpião e a dos Peixe. Da Sesmaria da Terra saíram a Estância do Touro, a da Virge e a do Capricórno. Da Sesmaria do Ar saíram a Estância dos Gêmeo, a da Balança e a do Aquário. Da Sesmaria do Fogo saíram a Estância do Carnero, a do Leão e a do Sagitauro. Cada uma dessas estância com seu patrão de marca bem conhecida. A Estância dos Peixe, por inzemplo, tocou pra um home mui buenacho, pescador como ele só, o Seu Netuno; na do Touro, uma patroa de sair faísca, a Sinhá Vênus; na do Sagitauro, um home de voz pausada, sinhô de munto mundo e sabença, o velho Júpre; e ansim por diante. São eles que, lá do lugar deles, certinho no céu, traçam o Destino da gente. Mas a cousa se complicou porque esses patrão não encontravam gente pra tabalhá – tudo mui andarengo e folgado -, e cada estância perigava descambá pra trás. Não achavam capataz! Então resolveram, os doze, fazer mutirão, cada um se ajudando aos outro – que este é e sempre foi o jeito de um vivente sair das entalada. Cada um ficava por dez dia de capataz na estância do vizinho, despois se tocava pra outra estância, e ansim sempre na volta. E funcionou! Funcionou pra eles, mas não pra nós, da peonada do Zodiaco. Desde que a gente nasce, a gente traz uma marca do patrão e uma contramarca do capataz andejo. Tem vez em que o patrão dá uma ordem, mas o capataz entende doutro jeito e puxa pra outro lado. E a gente, no meio, mais tonto do que cusco em procissão. Na hora do aperto, a gente se salva com alma forte e coração sereno”. (Almanaque dos Gaúchos, organizado por Barbosa Lessa. Martins livreiro – Editor: 1997)

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document