Usuário:
 
  Senha:
 
 

Os Mirins:
Som Campeiro, de
Francisco Castilhos
e Albino Manique

 

13/07/2006 04:10:14
A AUTÊNTICA MÚSICA TRADICIONAL DOS GAÚCHOS DO SUL DO BRASIL!
 
Música Regional Gaúcha Sul-rio-grandense:
Patrimônio Sociológico-tradicional do Rio Grande do Sul,
do Brasil e de todo o Povo Brasileiro!
............................................................................

O Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro tem por dever, dentre seus demais Fins Estatutários, valorizar, zelar, defender, preservar, retransmitir e corretamente divulgar, para o mundo, a autêntica Música Regionalista-tradicional Gaúcha do Rio Grande do Sul. No entanto, diante da atual conjuntura musical dos sulistas brasileiros é de se perguntar: as atuais modificações ocorridas na música gauchesca sul-rio-grandense são decorrentes de uma manifestação espontânea e natural do Povo Gaúcho Brasileiro ou de uma ação impositiva, alheia à sua vontade e com fins meramente comerciais? Para os verdadeiros Cidadãos Tradicionalistas dúvidas não há de que os exploradores da Tradição Gaúcha Sul-brasileira há muito que se utilizam desse Patrimônio Popular do Estado do Rio Grande do Sul, dos Sul-rio-grandenses, do Brasil e de todo o Povo Brasileiro, para introduzirem seus modismos, seus sons comerciais, usos e costumes de vaqueiros de outras plagas, mas que nunca foram e jamais serão tradicionais, isto é, dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul. Com os discursos da globalização, de um comercial-nativismo e de uma tradição sem fronteiras (!?!), capitaneados pela Nova Ordem Mundial – como se aquilo que é nativo e tradicional daqui também o fosse de lá e vice-versa! – eles seguem adulterando e dizimando a Cultura Gauchesca do Sul do Brasil. Explorando economicamente um Bem Cultural Público com fins meramente privados, subvertem hábitos, usos e costumes tradicionais, antigos, do Estado e do Povo Gaúcho do Rio Grande do Sul. Auferem, dessa forma, vantagens momentâneas e algumas garantias futuras, quiçá perpétuas, de grandes mercados, dentre estes o musical, o crioulista-mercosurista e o texa-country-sertanejo - todos conveniados com o mercado texano! -, para a exploração de consumidores sem pátria, ignóbeis, subservientes. São os interesses dos Assassinos Econômicos e Culturais a soterrar uma Cultura Popular pertencente a todos: ao Estado Sulino, aos Sul-rio-grandenses, ao nosso país e ao Povo Brasileiro. E é diante desse quadro vivido no cenário da Música Regionalista-tradicional Gaúcha Sul-rio-grandense, contrariando todas as Diretrizes Tradicionalistas e ofendendo a todos os Fins Culturais do MTG Brasileiro organizado, que se encontram inseridas, hoje, muitas das suas Entidades Tradicionalistas, diante dos mercadistas e indevidos "convênios" firmados no Tradicionalismo. Ao consentirem distorções na essência da Música Tradicional do Rio Grande do Sul estão, na verdade, desviando-se de seus Objetivos Institucionais e da Filosofia Tradicionalista da Carta de Príncípios do MTG do Brasil. Essa insensatez, no entanto, como outras que igualmente ocorrem no interior dessas Sociedades Culturais Tradicionalistas criadas para agirem como Palanques, Santuários da Antiga Tradição dos Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul, vai resultar em uma total falta de Moralidade Tradicionalista nos raros atos de coibição de quaisquer outros atentados cometidos contra a genuína Tradição Regional dos Gaúchos Brasileiros e a real finalidade do Tradicionalismo, no âmbito de seus campos de atuação cultural. Certo é que, assim como no caso da Pilcha Gaúcha Oficial e de Honra do Estado do Rio Grande do Sul, a Música Regionalista-tradicional Gaúcha Sul-rio-grandense deve ser mantida coerente com o passado e preservada na sua essência para o futuro. O conteúdo moral, os ritmos, os compassos e os instrumentos musicais verdadeiramente tradicionais do Estado Sulino são partes integrantes da Cultura Musical Regionalista-tradicional Gaúcha Sul-brasileira, e por isso devem estar sendo valorizados no MTG Brasileiro organizado. Ao cidadão comum garantida está a liberdade de ouvir o que quiser, aonde e como quiser. Ao integrante do Tradicionalismo, ao Tradicionalista Gaúcho Brasileiro, entretanto, em nome de seu dever de preservação da Herança Cultural Gauchesca Sul-rio-grandense, assegurado está o direito e a obrigação de, em nome das ações de culto, defesa, zelo, preservação, retransmissão e correta divulgação da autêntica Música Regionalista-tradicional Gaúcha do Rio Grande do Sul, exigir de todos os Órgãos Tradicionalistas e Entidades filiadas o devido respeito aos desideratos do MTG do Brasil, dentre outros o de zelar pela pureza e fidelidade dos nossos costumes autênticos, combatendo todas as manifestações individuais ou coletivas que artificializem ou descaracterizem as nossas coisas tradicionais, previsão esta contida no item XX da Carta de Princípios do sistema MTG Brasileiro. A Cidadania Tradicionalista ativa requer, no mínimo, que os reais detentores desse antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Rio Grande do Sul - ou seja, todos os brasileiros - venham a exigir dos responsáveis pela preservação da autenticidade dessa Antiga Tradição dos Gaúchos do Estado Garrão-sul do Brasil que os Órgãos, as Entidades Tradicionalistas e seus integrantes cumpram suas obrigações morais, culturais, filosóficas e institucionais; que todos venham, de forma real, efetiva, a cultuar, defender, zelar, preservar, retransmitir e adequadamente divulgar a verdadeira Música Regionalista-tradicional do Rio Grande do Sul, o genuíno Som Regional dos Gaúchos Campeiros do Sul do Brasil!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
14/07/2008 00:03:48 Leonardo di Bernardi - Sao Paulo / SP - Brasil
Mas tá escrito tudo aí em riba vivente! Tradição é uma coisa... gauchismo afrescalhado é outra. Cada um ouve o que quiser... Mas não me venham chamar de tradição umas músicas e trajes aí... que nem sei como descrever... e temos dito!
Sítio: http://www.moveisdegramado.com
13/07/2008 21:53:03 daniel - porto alegre / RS - Brasil
Olá, gauchada amiga! Gostaria de convidar a todos para o 1º EMAG Cante e Encante CTG Lanceiros da Zona Sul, fantástico Festival da autêntica música tradicionalista gaúcha. É dia 16 de agosto, às 15h. Maiores informações e inscrições no site da 1ªRT: www.1rtrs.com.br ou pelo Fone 51-32680104, com Daniel D`Avila. Boa sorte a todos e um forte abraço!
Sítio: *****
13/07/2006 15:45:07 Alfredo Soares - Porto Alegre / RS - Brasil
Coloquei o sitio nos meus favoritos. Gostei barbaridade. Abraços
Sítio: *****
13/07/2006 13:20:04 Carlos Zatti - Curitiba / PR - Brasil
"Explorando economicamente um bem público com fins privados, subvertem hábitos, usos e costumes tradicionais de um povo".! ! ! Nisso está dito tudo. Meu alerta, em 1994, no livro "Nas Restevas do Gauchismo", com o título O SOM NOSSO DE CADA DIA, denunciava o acinte contra nossa música sul brasileira.
Sítio: *****
Listados 4 Comentários!
Untitled Document