Usuário:
 
  Senha:
 
 

Berenice Azambuja:
Rancheira do Namoro

 

24/07/2006 06:45:50
A RANCHEIRA GAÚCHA DA TRADIÇÃO DO RIO GRANDE!
 
Fandango Tradicionalista Gaúcho: valorização das Danças Gaúchas
Sul-rio-grandenses de Salão e da Pilcha Oficial e de Honra do Rio Grande do Sul!
............................................................................

A Rancheira é uma das danças mais alegres da Tradição do Rio Grande do Sul. E as peculiaridades dessa Dança Gaúcha Sul-rio-grandense de Salão, como deve se dar nos demais usos e costumes regionalista-tradicionais do Estado Garrão-sul do Brasil, é de serem preservadas pelos Tradicionalistas Gaúchos Brasileiros segundo as suas respectivas origens ou a preferência pessoal de cada um de seus praticantes. Assim é com o uso da faca: nas costas, pelos fronteiriços; e no lado do corpo, pelos gaúchos serranos. Ou com o uso das bombachas: um pouco mais estreitas na Serra, por influência dos birivas paulistas e dos imigrantes chegados à região; de largura média, nas regiões da Campanha, Planalto e Missões; e mais largas, na Fronteira. Assim como nessas e noutras diferenças, seja na forma de vestir, de utilizar os acessórios, os apetrechos ou os utensílios regionais, o Povo Gaúcho Sul-brasileiro mantém, igualmente, as circustâncias peculiares de suas danças conforme os costumes localizados, a sua vivência regionalista-tradicional. A rancheira, por exemplo, a antiga “mazurca de rancho” e a atual “ranchera” da Argentina, conforme os pesquisadores Paixão Côrtes e Barbosa Lessa, chegou ao Rio Grande do Sul por intermédio do Rádio, sendo o seu ritmo uma versão regional da mazurca polonesa. A sua coreografia, no entanto, tal como se dá com alguns outros usos gaúchos sul-rio-grandenses, difere de acordo com o costume específico de três regiões distintas do Rio Grande do Sul, como registra Clóvis Rocha (ABC das Danças Gaúchas de Salão - Porto Alegre: Martins Livreiro Editor, 2002 – p. 48). Na Região da Fronteira, a rancheira é executada de forma valseada, mas com uma marcação acentuada no primeiro passo, no tempo mais forte da música. Na Região Serrana é dançada com uma maior vitalidade, sendo mais pulada e com forte marcação na primeira batida, com o passo saindo do chão. Já a terceira marcação, a da Região Litorânea, é a que utiliza a forma “puladinha” ou “marchadinha”, com passos duplos de terol, isto é, passos duplos de marcha. Nessa região, os pares pulam ou o peão empurra e puxa a prenda, segurando-se ambos pelos cotovelos. Há, na execução da dança da Rancheira, a possibilidade festiva de se organizar o "trenzinho" e outras figuras pelo salão, especialmente nas regiões de imigrantes alemães e poloneses. Essas coreografias acrescentadas à rancheira dão-se por influência da Polonese ou Polonaise, dança originária da Polônia, a qual, na sua origem, era dançada apenas por homens. Portanto, essa não é uma Dança da Tradição do Rio Grande do Sul, por não ter sido praticada e retransmitida, de pais para filhos, nos bailes interioranos da região do Pampa Sul-rio-grandense: o Núcleo da Formação Gaúcha do Rio Grande do Sul. Assim, independentemente das particularidades citadas, a escolha das formas de “rancheirar” pode se dar pela valorização regional ou a preferência e a adaptação pessoal de cada dançarino. Importante é que os Tradicionalistas Gaúchos Brasileiros conheçam as três maneiras de se dançar a Rancheira, preservando e valorizando esta que é uma das danças mais alegres do atual Fandango Gaúcho da Antiga Tradição Regional do Rio Grande do Sul!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
24/07/2007 22:36:23 José Itajaú Oleques Teixeira - Guará / DF - Brasil
Prezado Xiru Durval. O sítio Bombacha Larga agradece a tua honrosa visita a este espaço cultural tradicionalista gaúcho e o comentário postado. Parabéns pelo trabalho desenvolvido em prol da Tradição Gaúcha nesse progressista Estado do Mato Grosso. E respondendo ao teu pedido, informamos-te que ao lado da foto da matéria publicada nesta página temos um "banner" da Boutique da Tradição, de Passo Fundo. Sugerimos ao vivente que faças um contato e verifiques a possibilidade de uma encomenda. Saudações Tradicionalistas e um quebra-costelas cinchado!
Sítio: http://www.bombachalarga.com.br
24/07/2007 21:38:22 Durval Garcia dos Reis - Juina / MT - Brasil
Sou Gaúcho do Paraná. Sim! Sou Gaúcho porque sou filho de Gaúcho e Cultivo a Tradição. Tanto é que sou apresentador de um programa de rádio e outro de televisão para o MT e Rondônia. Gostei muito do Site! Preciso de uma indicação para comprar outra Pilcha, pois as minhas já estão judiadas...
Sítio: *****
26/07/2006 22:15:17 Simone Faccio Pezzini - chapec / SC - Brasil
Para pores em tua pasta...
Sítio: http://www.casadoestofador1@yahoo.com.br
Listados 3 Comentários!
Untitled Document