Usuário:
 
  Senha:
 
 

Walther Morais:
Coração Italiano

 

04/09/2006 10:09:01
POR UM TRADICIONALISMO DE QUALIDADE E DE TRADIÇÃO DO RS!
 
Rio Grande do Sul: Garrão de Pátria com Tradição forjada
pelos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa Sul-brasileiro!
............................................................................

O Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro organizado, o único órgão cultural responsável pelas ações de culto, zelo, defesa, preservação, retransmissão e correta divulgação das antigas Tradições dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul, tem apresentado um considerável crescimento de suas Estidades Culturais filiadas ao longo do tempo. Essa ampliação estrutural do Tradicionalismo, por inúmeros e variados fatores, se dá com maior vigor em determinadas regiões do Estado do Rio Grande do Sul. Em Caxias do Sul, por exemplo, a cidade sul-rio-grandense mais industrializada do interior do Estado, um grande número de Entidades Tradicionalistas surgiu nos últimos anos. E embora haja suspeitas de um forte incentivo político-partidário regional, sem dúvidas que esse aumento pode redundar em efetivas ações de culto, defesa, zelo, preservação, retransmissão e adequada divulgação das antigas, das autênticas Tradições oriundas dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul. O que não pode ser esquecido, no entanto, é que esse crescimento deve estar acompanhado da almejada qualidade cultural tradicionalista gaúcha brasileira e da esperada coerência regionalista-tradicional sul-rio-grandense. Caso contrário, a atual constatação de crescimento do MTG Brasileiro organizado será considerada em vão em um futuro muito próximo. Sabe-se que a exploração econômico-financeira, assim como a político-partidária, já existiu, existe e continuará a existir no Meio Tradicionalista Gaúcho Brasileiro, com graves prejuízos à preservação do antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Estado do Rio Grande do Sul. Um exemplo desse desvio institucional recente no MTG Brasileiro é a presença no seu âmbito da Tchê Music. Com vocábulo estrangeiro e tudo o que não é tradicional dos Gaúchos Sul-brasileiros, atendendo aos interesses empresariais do mercado musical, de suas gravadoras e suas grifes, e das próprias empresas comercias hoje denominadas Bandas Nacionais, que exploram com espírito meramente comercial o Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro organizado com estilos, conteúdos, ritmos, compassos e indumentárias em nada tradicionais do Rio Grande do Sul, essa comercial vertente musical fora imposta a uma parcela significativa de Tradicionalistas Gaúchos dentro de seus respectivos Santuários da Antiga Tradição Regional do Rio Grande: os CTGs e demais Entidades Culturais filiadas ao MTG Brasileiro organizado. Mas o que causa espécie é a adesão indevida desses modismos por muitos daqueles que se dizem tradicionalistas gaúchos, gesto este que cai em contradição com o próprio significado da palavra Tradição, já que o que é atual e inventado para comércio não pode ser considerado tradicional nem vivenciado por quem tem uma Filosofia Tradicionalista a cumprir, de preservação do Acervo Cultural Regionalista-tradicional dos Gaúchos do Brasil. Portanto, qualquer cenário de exploração, qualquer aumento no número de Entidades Tradicionalistas Gaúchas e de locais que venham a atender a esses e a outros interesses mercadológicos ou politiqueiros poderá ser muito bem-vindo apenas aos que exploram a Cultura Gauchesca do Rio Grande do Sul, aos Assassinos Culturais da Antiga Tradição Gaúcha Sul-rio-grandense. É certo que se deve valorizar qualquer crescimento havido no Meio Tradicionalista Gaúcho Brasileiro. Porém, este crescimento não deve ser promovido apenas para aumentar bases eleitoreiras, eventuais explorações econômicas ou a quantidade de votos em Congressos Tradicionalistas, pois o fim do MTG Brasileiro não é nem político-partidário nem econômico-financeiro nem comercial-lucrativo. A qualidade cultural tradicionalista gaúcha brasileira deve ser, sempre, uma meta a ser perseguida no MTG. O Tradicionalismo pode e deve continuar crescendo, mas sem descuidar-se de seus Fins Culturais, Institucionais, Estatutários de preservação do Núcleo da Formação Gaúcha Sul-rio-grandense, fundado na região do Pampa Sul-brasileiro, da Filosofia Tradicionalista de sua Carta de Princípios, do Patrimônio Sociológico-tradicional do Estado Sulino, da promoção das ações de culto, zelo, defesa, preservação, retransmissão e adequada divulgação, para o mundo, das antigas Tradições dos Gaúchas Pampeanos do Rio Grande do Sul!

 

 

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
04/09/2007 09:47:13 Ivo Leovaldo Pires Pereira - Gravataí / RS - Brasil
Tenho observado que a maioria das nossas entidades tradicionalistas não estão realizando "Fandangos" e sim bailes. Alegam que se o fizerem não vai ter presença de público, o que não é verdade. Dia 1º/09/07 as entidades do Vale do Gravataí se uniram e nos proporcionaram a grande alegria de participar de um verdadeiro Baile Gaúcho realizado no CTG Laço da Amizade, onde 100% dos participantes estavam pilchados e o galpão lotado. Quero parabenizar os idealizadores daquele magnífico acontecimento. Espero que outras entidades se engajem nesta empreitada, visando a preservação da nossa verdadeira Tradição Gaúcha. Como menbro da Comissão de Ética da 1ª Região Tradicionalista do MTG/RS, me senti realizado!
Sítio: *****
04/09/2006 17:55:11 josé valmor moura de oliveira - São Valério / TO - Brasil
Sou um gaúcho que mora longe do pago há 25 anos. Por isso estou escrevendo um livro sobre o Gauchismo, e além do mais para retratar aquilo que o guasca sente quando está longe do seu Pago.
Sítio: http://www.brasildebombacha
04/09/2006 13:31:07 Paulo Guimarães-Editor Chasquito -CTG Raízes do Sul - Porto Alegre / RS - Brasil
Apoiamos e louvamos a toda e qualquer iniciativa no sentido de coibir todo e qualquer atentado contra a nossa Tradição. Guimarães - CTG Raízes do Sul, de Porto Alegre-RS.
Sítio: http://www.ctgraizesdosul.com.br
04/09/2006 10:31:04 Carlos Zatti - Curitiba / PR - Brasil
Aí está a razão da existência de uma estrutura organizacional do Movimento. Cabe a cada RT fiscalizar e transmitir ao MTG o descumprimento da Carta de Princípios e caçar a sigla "CTG" de qualquer entidade que não venha a cumprir as regras do MTG/CBTG/CITG, com o uso indevido de uma sigla que está devidamente registrada.
Sítio: *****
Listados 4 Comentários!
Untitled Document