Usuário:
 
  Senha:
 
 

Grupo Rodeio:
Bombachudo, de Albino Manique e Valderez

 

03/10/2006 12:09:41
PRESERVAÇÃO DA LINGUAGEM GAUCHESCA: UM DOS OBJETIVOS DO MTG!
 
O vocabulário típico dos Gaúchos Campeiros do Rio Grande do Sul:
um Patrimônio Regionalista-tradicional a ser preservado no MTG Brasileiro!
............................................................................

A Tradição Gaúcha Brasileira, considerada como o ato de transmissão, de forma espontânea, contínua e preservada, dos antigos usos e costumes regionalistas dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul, de pais para filhos, pelo tempo, de geração em geração, significa, também, o rico Acervo Cultural do Estado Sulino nos campos literário, moral, folclórico, musical, adagiatário, esportivo, do artesanato e das atividades rurais dos moradores do interior do Pampa Sul-rio-grandense. Nestes e em outros aspectos da Antiga Tradição dos Gaúchos Sul-brasileiros estão envolvidos relevantes valores espirituais, acontecimentos históricos e hábitos inveterados, antigos. E é nesse contexto, mais especificamente no campo dos usos e costumes regionalista-tradicionais, que o linguajar do gaúcho sul-rio-grandense aparece como uma importante marca na formação da Identidade Cultural do Povo Gaúcho Sul-brasileiro. E tamanha é a relevância dessa linguagem gauchesca regional que o sistema Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro organizado, atendendo à sua finalidade cultural de resguardar o Núcleo da Formação Gaúcha Sul-rio-grandensefundado na região do Pampa do Rio Grande do Sul, contempla a  preservação daquele campeiro linguajar gauchesco nos seus próprios Estatutos, atendendo aos preceitos da Filosofia Tradicionalista estampada na sua Carta de Princípios. Com efeito, nos termos do item VI da Carta Tradicionalista Gaúcha Brasileira, o MTG tem por fim preservar o nosso patrimônio sociológico representado pelo linguajar, vestimenta, arte culinária, forma de lides e artes populares. Dessa forma, atendendo aos fins tradicionalistas, todas as manifestações de um Órgão Confederativo, Federativo ou de uma Entidade Tradicionalista filiada ao MTG Brasileiro, orais ou escritas, devem exteriorizar a devida coerência regionalista-tradicional sul-rio-grandense entre a linguagem veiculada nas suas informações e a sua própria essência institucional, a sua razão de ser enquanto estrutura de culto, zelo, defesa, preservação, retransmissão e correta divulgação das antigas Tradições Regionais dos Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul. O sítio do MTG/RS na Internet, por exemplo, para cumprir o estipulado no seu próprio Estatuto Social, deveria evitar o uso do pronome você e os seus desdobramentos nas comunicações daquele Órgão Tradicionalista, e passar a usar o pronomes pessoais tu, teu, tua, teus, tuas. A utilização das formas verbais classificadas na terceira pessoa do Presente do Conjuntivo, como clique, veja, saiba, conheça, entre, adquira, faça, preencha, deveriam ser, igualmente, substituídas pelas formas da segunda pessoa do referido modo verbal. Cliques, vejas, saibas, conheças, entres, adquiras, faças, preenchas, são representações escritas mais adequadas ao tradicional Jeito Gaúcho Sul-rio-grandense de Falar. Assim, pelas razões acima expostas, deveriam as Entidades Tradicionalistas primar pelo uso do pronome tu e cumprir um dos mais importantes objetivos do Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro organizado: o de preservar o vocabulário e o Modo Típico e Tradicional de Falar dos Antigos Campeiros do Pampa Sul-rio-grandense, como forma de manter peservada a valiosa Tradição Regional e a Identidade Cultural dos Gaúchos Brasileiros!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
13/03/2008 00:54:34 José Itajaú Oleques Teixeira - Guará / DF - Brasil
Prezado Airton. O sítio Bombacha Larga agradece a tua honrosa visita e o comentário postado neste espaço cultural tradicionalista gaúcho. Tens razão, Xiru! A linguagem gauchesca-sul-rio-grandense-tradicional é a que deve ser promovida no âmbito do Sistema Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro organizado, seus Órgãos e suas Entidades Culturais Tradicionalistas filiadas. É no Tradicionalismo, diante dos seus fins institucionais, que a linguagem gauchesca sul-rio-grandense - patrimônio dos sul-rio-grandenses, do Rio Grande e do Brasil - deve ser preservada, assim como todos os demais usos e costumes tradicionais dos Gaúchos Interioranos do Rio Grande do Sul. Em resumo, a linguagem tradicionalista deve ser praticada por todos - Órgãos, Entidades e Cidadãos Tradicionalistas Gaúchos Brasileiros -, como forma de se cumprir uma das finalidades do Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro, qual seja a da preservação do Jeito Típico e Tradicional de Falar dos Gaúchos Campeiros do Rio Grande do Sul; de manter a linguagem e o vocabulário gauchesco, surgidos no ambiente campeiro do Estado Garrão-sul Brasileiro, uma exigência da própria Filosofia Tradicionalista de Atuação do Tradicionalismo, constante da sua Carta de Princípios! Saudações Tradicionalistas e um quebra-costelas cinchado a esse prezado Vivente!
Sítio: http://www.bombachalarga.com.br
12/03/2008 23:18:29 airton_dos_santos@yahoo.com.br - Bento Gonçalves / RS - Brasil
Linguagem Tradicionalista!
Sítio: *****
06/10/2006 15:17:05 HERTON FERREIRA - BRASILIA / DF - Brasil
Itajaú e Cassio. Estou de pleno acordo. Nosso trabalho tem que ser desenvolvido diuturnamente, para podermos continuar levando para nossos filhos e netos a verdadeira herança tradicionalista, que nossos antepassados nos legaram. Sendo assim, vamos continuar trabalhando para o Movimento, tanto criticando como elogiando. Um forte abraço! HERTON FERREIRA
Sítio: *****
03/10/2006 16:54:52 José Itajaú Oleques Teixeira - Guará / DF - Brasil
Prezado Cássio. Concordo plenamente contigo. Mais uma razão para um órgão cultural dar o exemplo e cumprir a sua finalidade estatutária. Saudações Tradicionalistas e quebra-costelas cinchado!
Sítio: http://www.bombachalarga.com.br
03/10/2006 14:23:26 Cássio - Medianeira / PR - Brasil
Essa é uma tarefa dificílima, pois estamos vivendo em um período em que o próprio idioma português está se deformando, e é evidente que o maior fator que causa essa deformação é a linguagem utilizada na televisão, na internet (essa nem se fale), nas marcas de roupas, calçados, dentre outros. Não é apenas um estatuto de uma organização que pode resolver isso. Lógico que toda tentativa de preservar o que é culturalmente construído é válida, mas se não houver o papel da educação de qualidade, que ensine as crianças a falar corretamente seu idioma, os regionalismos se perderão, pois sem a cultura própria, nada se constrói em muitos outros campos. Como já disse o Gaúcho da Fronteira: ¨tu te dizes em Nova Iorque, sem sair de Uruguaiana"...
Sítio: *****
Listados 5 Comentários!
Untitled Document