Usuário:
 
  Senha:
 
 

Paixão Côrtes:
Chimarrita

 

22/10/2006 08:31:14
TRADIÇÃO É CULTURA! - II
 
As Danças Folclóricas e não mais tradicionais do Rio Grande do Sul
não podem ofuscar a atual e verdadeira Tradição dos Gaúchos Brasileiros!
............................................................................

O antigo Patrimônio Sociológico-tradicional Sul-rio-grandense, objeto principal do Movimento Tradicionalista Gaúcho, pertence não só ao Estado e ao Povo do Rio Grande do Sul, mas também ao Brasil e ao Povo Brasileiro. E assim como o nosso país e o Estado Sulino, que são regidos por uma Lei Maior, a Constituição, o MTG Brasileiro organizado também possui uma Orientação Filosófica Maior, a sua Carta de Princípios, a nortear a atuação de suas Entidades Tradicionalistas filiadas e de todos os seus integrantes. Por razões diversas, que não cabe aqui elencar, muitas dessas Entidades Culturais Tradicionalistas, por intermédio de seus dirigentes e boa parte de seus quadros sociais, ignoram os postulados básicos contidos na referida Diretriz Filosófica do sistema Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro organizado. Os resultados desse descaso são as deturpações verificadas no interior das Sociedades Tradicionalistas, as quais, por sua própria essência, deveriam estar defendendo, de forma efetiva e verdadeiraa preservação dos antigos, dos tradicionais usos e costumes dos gaúchos do Pampa Sul-rio-grandense. Entretanto, algumas delas, ao contrário do estabelecido na Filosofia Tradicionalista que as regem, estão a contribuir para os desvirtuamentos dos seus Fins Culturais, Estatutários, Institucionais. Ao permitirem no seu seio os estilos importados e os modismos impostos pelos mercados, estão a desnaturar aquilo que fora recebido por todos os Herdeiros da Antiga Tradição Gaúcha Sul-rio-grandensecuja retransmissão para as novas e futuras gerações deve se dar tal como fora ela recebida dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa Sul-brasileiro, isto é, com a requerida autenticidade da antiga e bela Tradição Regional do Estado do Rio Grande do Sul. Por isso, nunca é demais relembrar aos que integram uma Entidade Tradicionalista Gaúcha que as previsões da Carta de Princípios do MTG Brasileiro orientam no sentido de que esse Movimento Cultural Tradicionalista Brasileiro fora criado justamente para que todos pugnem pelos atos de respeitar e fazer respeitar seus postulados iniciais, que têm por característica essencial absoluta independência de sectarismos político, religioso e racial (X); evitar todas as formas de vaidade e personalismo que buscam no Movimento Tradicionalista veículo para projeção em proveito próprio (XII); evitar toda e qualquer manifestação em proveito próprio (XIII); evitar atitudes pessoais ou coletivas que deslustrem e venham em detrimento dos princípios da formação moral do gaúcho (XIV); evitar que núcleos tradicionalistas adotem nomes de pessoas vivas (XV); repudiar todas as manifestações e formas negativas de exploração direta ou indireta do Movimento Tradicionalista (XVI); prestigiar e incentivar quaisquer iniciativas que, sincera e honestamente, queiram perseguir objetivos correlatos com os do tradicionalismo (XVII); e incentivar, em todas as formas de divulgação e propaganda, o uso sadio dos autênticos motivos regionais (XVIII). Com a efetiva observância destas e das demais Orientações Tradicionalistas estabelecidas na sua Carta de Princípioso MTG Brasileiro e e suas Entidades Culturais filiadas poderão retomar o seu rumo e passar a cumprir os seus verdadeiros Fins Culturais, os quais não contemplam as manipulações comerciais dos mercadistas sem fronteiras culturais e as explorações eleitoreiras de ecléticos e apátridas politiqueiros, que a tudo flexibilizam pelos votos de acabre$to. O MTG Brasileiro, suas Sociedades Tradicionalistas e seus Tradicionalistas Gaúchos, ao contrário do que há muito acontece em muitos dos seus Eventos Tradicionalistas Gaúchos Brasileiros, devem preservar o Núcleo da Formação Gaúcha Sul-rio-grandensefundado na região do Pampa Sul-brasileiro - e garantir a efetiva aplicação de sua Filosofia de Atuação Tradicionalista embasada, especialmente, na Carta de Princípios contida nos seus Estatutos Sociais. Só dessa forma é que poderão ser, realmente, cultuadas, zeladas, defendidas, preservadas, retransmitidas e adequadamente divulgadas as autênticas Tradições Regionais dos Antepassados Gaúchos Pampeanos do Sul do Brasil, a verdadeira Cultura Regionalista-tradicional Gaúcha Sul-brasileiraesse antigo Patrimônio Sociológico-tradicional pertencente não só ao Estado do Rio Grande do Sul e aos Sul-rio-grandenses, mas também ao Brasil e a todo o Povo Brasileiro!

 

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
20/10/2006 14:51:02 José Itajaú Oleques Teixeira - Guará / DF - Brasil
Prezado Cláudio. O sítio Bombacha Larga agradece a tua honrosa visita e a comunicação postada neste espaço cultural tradicionalista gaúcho. Informamos-te que podes utilizar o espaço "Fale Conosco", 6a opção do Menu de Opções deste sítio, para manteres contato com o BL. Saudações Tradicionalistas e um quebra-costelas cinchado a esse prezado Vivente!
Sítio: http://www.bombachalarga.com.br
20/10/2006 13:22:19 claudio franken - sto antonio da patrulha / RS - Brasil
Gostaria de um e-mail para poder conversamos. Sou empresário do Odilon Ramos, cantor, poeta e escritor tradicionalista.
Sítio: *****
20/10/2006 12:02:05 ADENIR PAZ DA SILVA - BRASILIA / DF - Brasil
Buenas! É nesse tranco que nos embretamos nessa "estrada do tempo" e trazemos, juntos, a cultura dos nossos antepassados, gaúchos que construíram uma história de lutas. Foi aí que se forjou a nossa tradição. Foram valores conquistados a pata de cavalo e muito trabalho, aonde a estirpe de uma raça foi moldada. Mesmo vivendo longe do Rio Grande a tradição deverá continuar e os costumes deverão ser mantidos dentro da sua originalidade e simplicidade. A cultura não é e nem deverá ser uma sanga de pilas e sim um manancial de conhecimentos. Deveremos continuar na peleia em prol da tradição original, baguala. Temos que alertar, orientar, charlear com quem não sabe para tirar dúvidas. Recebemos uma missão dos nossos avós, de propagar a Herança da Tradição até o último furo do rabicho. Devemos samear a autêntica cultura, para que nossos filhos venham a continuar trilhando essa Estrada do Tempo e levando na garupa o nosso velho Rio Grande do Sul!
Sítio: *****
Listados 3 Comentários!
Untitled Document