Usuário:
 
  Senha:
 
 

Os Mateadores:
O Potro da Estância Querência, de Elton Saldanha,
João Sampaio e Quide Grande

 

09/12/2006 16:36:51
O DOMADOR GAÚCHO DO RIO GRANDE DO SUL!
 
Domador Gaúcho Brasileiro: o amansador de potros xucros
do Pampa do Rio Grande do Sul!
............................................................................

A figura do domador e a descrição da doma estão em todos os escritores regionalistas sul-rio-grandenses. Já citamos a doma e agora, repetindo o assunto, falaremos do domador. Rivadávia Severo, no seu livro Visão do Pampa, romance gaúcho, Edição Globo, 1936, acolhe, ainda, linda página sobre a doma e o domador: “Foi deveras uma festa a doma do Cara-feia. E Bonifácio não tinha razão de ficar vexado, e ficou, e andava com o brio de arrasto. Pensando bem, não havia mais gente com o mesmo receio. Solano teve aquela loucura por ser guri, ou, decerto, porque não sabia a fama do Cara-feia. A questão é que, firmezito nos estribos, guasqueava e tironeava como velho domador. Atirava-se com vontade o maleva, velhaqueando fechado, bufando. Mas o guri nem se dava conta, era como nascido naquele lombo. Dominou-o; entregou-se o respeitado. Tapeando, atropelando com prrrs expressivos ao tempo que cerrava perna e agachava; chupando no beiço, em repique; reboleando o rebenque; silvando entre dentes; os amadrinhadores encostando; e assim, como vindo ao mundo para a doma, foi o guri triunfante direito à mangueira. Ao chegar, atirou o cabresto, como um domador traquejado. Seguraram; orelharam o bagual, balanceando. O guri se firmou na cadeira e apeou sorrindo, vitorioso. Toda a peonada exultava, menos o Bonifácio. Ora, são coisas! O domador se ressabeia de tanto golpe que leva. E esse potro que já era um conto no galpão da estância e no fogão dos postos, agarrou fama ruim e Bonifácio o temeu. Há coisas que se dão e ninguém explica. O Cara-feia era um potro como outro qualquer; de mais idade e mais gavião havia de haver por ali mesmo. Mas o destino dos potros também tem enredo como o da gente. Pois ele sempre se cortava da pandilha e alçava a cola, perdendo-se numa grotaria da querência. Um zum-zum começou e a lenda se foi arranjando. Já quando se falava em galopear potro, tanto o domador como os aficionados lembravam-se do malacara Cara-feia. Em todo caso, sabia-se que ele não caia na volteada. Assim ia ficando, sem razão de ficar, para gáudio do Bonifácio. A medida que o tempo cruzava, mais mistério se fazia, e a crendice o chegou a julgar encastiçado com algum animal do outro mundo. Quer era um bicho muito lindo, era. Cabeça seca, orelhas curtas, em tesoura, e pontudas; lombo curto; ancas de viúva, bem fornidas; encontros largos, quase a peito de pomba; machinhos, também curtos, a prumo, cascos apequenados e firmes; olhos de perdiz; quartaria e paletama como para modelo; altura de medida; clina caída lá embaixo e cola arrastando; todo um conjunto animado pelo brio – era uma estampa que dir-se-ia, a natureza afeiçoara com a linha dos fletes encantados!”. (Laytano, Dante de. O gaúcho e o cavalo, in Folclore do Rio Grande do Sul: levantamento dos costumes e tradições gaúchas. Porto Alegre: Martins Livreiro Editor, 1984. p.113)

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
25/01/2009 15:54:53 Lesbiche - ... / PA - Camboja
Nice site you have!
Sítio: http://themexicandream.com/vamonos/lesbiche.php
09/12/2008 15:16:35 José Itajaú Oleques Teixeira - Guará / DF - Brasil
Prezado Sauélyn. É com grande satisfação que este espaço cultural tradicionalista gaúcho recebe e agradece o teu chasque. E aproveitando a oportunidade, enviamos-te, assim como a teus pais - os queridos amigos Saulo e Daila -, demais familiares e a todos os amigos de Santana da Boa Vista, os votos de um Feliz Natal e de um Ano Novo cheio de muita saúde e felicidades. Um forte abraço a todos!
Sítio: http://www.bombachalarga.com.br
09/12/2008 10:34:20 Sauélyn Urruth de Castro - Santana da Boa Vista RS / RS - Brasil
Eu sou filho dos donos da antiga morada de seus pais, Seu Pedro e Dona Erly Oleques Teixeira!!!
Sítio: *****
11/08/2008 21:40:12 José Itajaú Oleques Teixeira - Brasília / DF - Brasil
Prezada Fabiane. O sítio Bombacha Larga agradece a tua honrosa visita e a comunicação postada neste espaço cultural tradicionalista gaúcho. Em resposta, informamos-te que podes realizar um cadastro no sítio http://www.familiaridade.com.br/sobrenome/Delziovo.asp e depois acessar informações relativas a Domingos Delziovo. Um forte abraço!
Sítio: http://www.bombachalarga.com.br
11/08/2008 15:09:59 fabianemaria delziovo - mantova / MT - Itália
Eu tenho minha família no Brasil e eu estou fazendo uma pesquisa para saber de onde veio meu bisavô, que se chama Domingos Delziovo. Se pode me ajudar, vou ficar agradecida. Thau! Beijos!
Sítio: *****
09/12/2007 12:48:11 o.o.j - cariacica / ES - Brasil
MUITO BOM
Sítio: *****
Listados 6 Comentários!
Untitled Document