Usuário:
 
  Senha:
 
 

Pedro Ortaça:
Meu Canto, de Jayme Caetano Braun

 

21/12/2006 06:39:18
NÃO VOU MATAR MEUS AVÓS, PRA FICAR DE BEM COM OS NETOS!
 
Tradição Gaúcha dos Antepassados Pampeanos do Sul do Brasil:
acervo regional e tradicionalista-moral do Rio Grande do Sul,
um Bem Público do Estado, dos Sul-rio-grandenses, do Brasil
e de todo o Povo Brasileiro!
............................................................................

Estamos vivendo num mundo aonde a inversão de valores se sobrepõe à moral e aos bons costumes tradicionais do povo brasileiro. Nossa juventude é bombardeada por apelos escusos e de ordem nitidamente exploratória. A imprensa e os programas televisivos invadem nossos lares pregando a libertinagem e o desrespeito, mostrando às crianças e  jovens como é fácil e glamurosa a carreira de bandido. As mocinhas aprendem logo cedo a rebolar e a se valerem de seus corpos, tratados como uma carne de boi em um gancho de açougue, como uma mera mercadoria de consumo. É o caos total! É como um dique arrebentado, que vai levando por diante os mata-burros da sanga da moral. O respeito aos mais velhos já não existe! Pedir a bênção? Tá por fora! É contra tudo isso que os Tradicionalistas Gaúchos Brasileiros lutam; é por isso que eles insistem em preservar os usos e os costumes antigos deixados pelos tauras sul-rio-grandenses que nos antecederam. O peão ou a prenda que se preze, estando perto dos pais, respeitosamente pede a bênção. Na Família Tradicionalista filho não pede para ser deixado a uma quadra da escola, por ter vergonha do pai ou da mãe. Tão pouco um filho manda o pai ou a mãe calar a boca! Todo o Tradicionalista Gaúcho ensina aos filhos o respeito aos mais velhos e, principalmente, a honrar a estampa deixada pelos parentes mais antigos. Quando vemos filhos de Tradicionalistas falando, emocionados, das aventuras que passaram ao lado dos avós, quando pequenos, sabemos que a raiz do MTG Brasileiro está bem palanqueada no coração desses viventes. Porque Tradicionalismo é, acima de tudo, respeito aos mais velhos e aos bons costumes regionalista-tradicionais. À mulher o peão gaúcho não trata como mercadoria. Para o Tradicionalista ela é a "prenda", um presente, uma dádiva de Deus. Na Família Tradicionalista Gaúcha Brasileira avós e netos miram os mesmos horizontes, preservando na retina a herança deixada pelos antepassados do interior pampeiro do Rio Grande do Sul. No Meio Tradicionalista Gaúcho Brasileiro é comum ver-se jovens acenarem para os velhos, e não raro aproximarem-se para dar um forte aperto de mão. E é com orgulho que dizem: conheço e sou amigo desse senhor! A poesia Meu Canto, de Jayme Caetano Braun, cujo verso final serve de título ao presente artigo, quando repetida na voz do missioneiro Pedro Ortaça serve para demonstrar que este é mais um daqueles tauras que não se deixam dobrar; é um dos Troncos Missioneiros que, como seus avós, transmitiu para os filhos a fidalguia de ser um defensor dos usos e dos costumes regionais; do legado cultural regionalista-tradicional dos gaúchos interioranos do seu Rio Grande do Sul. Não vou matar meus avós, pra ficar de bem com os netos! Esta frase resume exatamente o que o gaúcho brasileiro pensa desse modernismo desrraigado e desrespeitoso, vivido, infelizmente, nos dias atuais! (do colaborador e Mangrulho do ONTGB no Sul do Brasil, Ademir Canabarro: um Missioneiro!)

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
09/12/2007 22:35:58 marcia borsoi - CORONEL FREITAS / SC - Brasil
Frei Ângelo, quando leres esta mensagem lembras do povo de CORONEL FREITAS, que o estarão esperando com aquele churrasco tradicionalista, principalmente o JOSÉ BORSOI E FAMÍLIA.
Sítio: *****
25/12/2006 09:34:26 José Itajaú Oleques Teixeira - Guará / DF - Brasil
Prezado Frei Ângelo. O sítio Bombacha Larga agradece a vossa honrosa visita, o comentário postado e o importante depoimento proferido. Aproveitamos o ensejo para cumprimentá-lo pela colaboração prestada na realização do Casamento Tradicionalista Gaúcho de Elucir e Diana, na Comunidade de Santo Antônio, nesse município de Água Doce, cujo exemplo será certamente seguido por muitos outros tradicionalistas gaúchos que têm o orgulho de suas tradições regionais de Sulistas Brasileiros. Parabéns! E, estando V. Revma. de partida para Angola, enviamos aqui os nossos votos de muitas felicidades e continuados sucessos na nova comissão, junto àqueles irmãos de língua portuguesa, com os votos de um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de saúde, paz, alegrias e realizações, na proteção do Ser Supremo do Universo! Saudações Tradicionalistas e um quebra-costelas cinchado!
Sítio: http://www.bombachalarga.com.br
22/12/2006 11:01:11 Frei Angelo Vanazzi - Água Doce / SC - Brasil
De fato, todos estamos um tanto "tontos" diante de tantas mudanças de comportamento. Como padre e cidadão creio que sempre é possível investir na preservação e promoção dos valores humanos. Nas minhas andanças por estes pagos de meu Deus, tenho visto sobretudo valores que valem a pena ser valorizados. Que o Menino Deus, que vai nascer no Natal, nos traga a esperança e a alegria em 2007. Um pialo bem chinchado. Estou indo trabalhar em Angola, mas com certeza continuarei ligado aos pampas, pela Net.
Sítio: *****
Listados 3 Comentários!
Untitled Document