Usuário:
 
  Senha:
 
 

José Cláudio Machado:
Chasque para Dom Munhoz, de Gaspar Machado e Airton Pimentel

 

11/02/2008 10:19:26
OS DESVIOS DE FINALIDADE NO TRADICIONALISMO GAÚCHO!
 
Tradição Gaúcha Brasileira: usos e costumes dos Antepassados
Campeiros da Pampa do Rio Grande do Sul!
............................................................................

Um dos Fins Culturais do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Brasil é o de preservar o antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Estado do Rio Grande do Sul. O MTG é organizado política e administrativamente pela CBTG - Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha, formado por essa Entidade Confederativa, as Entidades Federativas (MTGs - Movimentos Tradicionalistas Gaúchos Regionais), as Entidades Singulares (CTGs – Centros de Tradições Gaúchas e demais Entidades Tradicionalistas filiadas), nos termos do art. 7º do Estatuto Cebetejano. Conforme o seu art. 1º, a CBTG é a Entidade Maior do Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro, cuja essencialidade é a de valorizar, organizar, defender, promover e representar a cultura gaúcha sul-rio-grandense, isto é, a Antiga Tradição dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa Sul-brasileiro, cumprindo suas finalidades na condição de sociedade civil sem fins lucrativos, em todo o território brasileiro. Entre essas finalidades do Tradicionalismo Gaúcho do Brasil estão as de difundir e incentivar, em todo o território nacional, a preservação das tradições gaúchas; incentivar as tradições gaúchas, traçando diretrizes, rumos e princípios cívico-culturais, artístico e esportivos ao tradicionalismo gaúcho brasileiro; orientar as entidades confederadas no sentido de manterem a autenticidade das manifestações gauchescas e a fidelidade às suas origens; e, ainda, a CBTG, pelo interesse público, colaborará com os poderes constituídos e com as entidades sociais organizadas, de acordo com os quatro incisos do art. 3º de seu Estatuto Social. Diante dessa organização do Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro, perguntamos ao prezado leitor: isso, na prática, ocorre? Para responder a questão não é preciso muito esforço mental. Todos os dias somos abastecidos com informações que nos provam que tais finalidades não são efetivamente cumpridas. Os motivos? Vários. Dentre eles o fato de os políticos locais e os diferentes mercados há muito estarem explorando as estruturas físicas dos CTGs e os eventos do Tradicionalismo, como os Rodeios Crioulos - mercosuristas e country-texa-sertanejos -, as Festas Campeiras do Rio Grande, os Encontros de Artes e Tradição e outros, e com a parceria dos Tradicionalistas que atendem a essas pretensões político-partidárias e eleitoreiras, econômico-financeiras e comerciais, prejudicando enormemente o cumprimento dos reais Fins Culturais do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Brasil. E como funciona essa Corrupção Cultural? Dessa forma: a) primeiro os Calaveiras da Tradição do Rio Grande se intitulam de Tradicionalistas Gaúchos, começando lá embaixo, nas panelas, até chegar ao cargo de Patrão de um CTG; b) depois começam a vender a Cultura Regionalista-tradicional do Estado do Rio Grande do Sul e do Povo Brasileiro a quem der mais; a locar suas Entidades Tradicionalistas para eventos promovidos por empresas especializadas em organizar Rodeios não Crioulos da Antiga Tradição Gaúcha do Rio Grande do Sul, usando o Calendário Tradicionalista, suas sedes sociais, o nome dos Centros de Tradições Gaúchas, e com a exploração de Feiras Comerciais - de cavalos, máquinas, leilões, etc, com shows sertanejos, de Bandas Nacionais despilchadas, mal pilchadas, executando ritmos e compassos alheios à Tradição Regional dos Antepassados Pampeanos Sul-rio-grandenses - junto aos Eventos Tradicionalistas, tudo com o apoio das Secretarias Municipais e dos altos interesses comerciais turísticos e politiqueiros da administração municipal ou estadual; c) e, por fim, tais empresas organizadoras desse complexo comercial montado em cima de Eventos do Tradicionalismoeste, no caso, totalmente desorganizado –, juntamente com os interesses político-partidários e eleitoreiros – aonde tudo pode acontecer com vistas ao futuro e valioso voto –, propalam aos quatro ventos que o evento foi um sucesso de público e que gerou lucro, elevando as ações dos Tradicionali$ta$ de Oca$ião pelo excelente trabalho realizado em prol dos seus interesses comerciais e eleitoreiros. Pergunta-se: é assim que o Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro deve colaborar com os poderes públicos constituídos e as entidades sociais organizadas, atendendo a esses e outros interesses que não são os do Tradicionalismo? Isso não estaria caracterizando um imenso desvio de finalidade, por parte de quem aufere recursos públicos destinados à valorização da Cultura Regionalista-tradicional Gaúcha Sul-rio-grandense e deveria estar cultuando, defendendo, preservando, retransmitindo e corretamente divulgando, para o mundo, as antigas, as autênticas Tradições Regionais dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul? E mais uma pergunta se faz necessária: esses Exploradores Comerciais e Eleitoreiros do Tradicionalismo podem ser tidos, realmente, como Tradicionalistas Gaúchos, ou seriam eles, na verdade, meros Calaveiras da Tradição dos Gaúchos Brasileiros, Exploradores da Cultura Regionalista-tradicional Sul-rio-grandense, Assassinos Culturais do Antigo Patrimônio Sociológico-tradicional pertencente ao Estado do Rio Grande do Sul, aos Sul-rio-grandenses, ao Brasil e a todo o Povo Brasileiro? Ao Cidadão Tradicionalista, dono desse rico Patrimônio Gauchesco Sul-rio-grandense, cabe a seguinte exigência: que o MTG Brasileiro organizado se organize e funcione sem essas exploradoras integrações comerciais; que haja no cumprimento de sua Filosofia Tradicionalista de Atuação; que aqueles que insistem em se dizer Tradicionalistas Gaúchos Brasileiros, mas que sequer observam as regras para o uso adequado da indumentária típica dos Gaúchos Brasileiros, a tradicional Pilcha Gaúcha Oficial e de Honra do Estado Garrão-sul do Brasil, sejam efetivamente Tradicionalistas e cumpram os verdadeiros Fins Culturais do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Brasil, preservando o antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Estado e do Povo do Rio Grande do Sul!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document