Usuário:
 
  Senha:
 
 

Grupo Minuano:
Chasque do Patrão, de Cid e Mariza

 

28/05/2008 15:58:36
A ÉTICA, O DIREITO E O PATRIMÔNIO TRADICIONAL DO RIO GRANDE!
 
As Prendas Gaúchas Brasileiras são as reais representantes
das antepassadas mulheres pampeanas do Rio Grande do Sul
e seus antigos usos e costumes regionalista-tradicionais!
............................................................................

A ética, como parte da Filosofia que estuda os valores morais e os princípios ideais da conduta humana, está - ou deveria estar - presente em todos os campos da atividade humana. Assim como na Ciência em geral e no Direito, ela também deve reger as ações culturais das sociedades civis sem fins lucrativos denominadas Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha -CBTG, Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul - MTG/RS e as demais Entidades Tradicionalistas filiadas ao Sistema Confederativo Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro organizado. Isso é o que teoricamente se espera, mas não o que na prática se verifica. Entre os conceitos e os fins institucionais estão interesses muito mais poderosos do que alguns relegados princípios e outros relativizados direitos. No dia 28 de maio de 2008, mediante assentadas memoráveis, o Supremo Tribunal Federal, como já era de se esperar, desde o pedido de vista formulado no primeiro julgamento do processo em plenário, decidiu, para a comemoração do mercado que se utilizada da ciência como meio para atingir os seus fins, aprovar o uso de células embrionárias para as não fiscalizadas pesquisas científicas, deixando, assim, de proteger o processo vital humano iniciado com a concepção. Para exemplificar, se Albert Eistein tivesse sido gerado por um processo in vitro não teria ele qualquer direito à vida, uma vez que, conforme os argumentos de um dos juristas de reputação ilibada e renomado saber jurídico, em não sendo ele ainda uma pessoa e por não ter sido gerado no útero materno não teria qualquer direito de dar sequência ao seu processo vital já iniciado, de vir a nascer, viver e se transformar em um gênio, para o benefício de toda a Humanidade. Fundamentam tal posicionamento argumentos como aquele em que o direito dos pais de exercitar o planejamento familiar, assegurado pela Constituição Federal Brasileira, contemplaria também a extinção de uma vida iniciada, a qual, desde o primeiro instante da fecundação do óvulo já se encaminha para a formação de um ser humano distinto e possuidor de carga genética própria, peculiar e delimitadora do novo ser, e, portanto, pronta para atingir o Dom da Vida mediante um desenvolvimento que, conforme a ética jurídica, jamais deveria ser interrompido, o qual, ao contrário, deve ser garantido, protegido, assegurado. Não fosse trágico, triste, seria cômico! No que se refere à Cultura Regional Gaúcha Brasileira o que se verifica é a mesma influência do poder econômico diante da fraqueza moral e da ganância daqueles que juraram cultuar, defender, zelar, preservar, retransmitir e adequadamente divulgar as antigas Tradições Regionais do Povo Gaúcho Sul-rio-grandense. Eventos Tradicionalistas como a 38ª Ciranda Cultural de Prendas, desenvolvida na cidade de Júlio de Castilhos-RS, pode-se dizer que é um dos poucos eventos do Tradicionalismo aonde se pode ver, por enquanto, Prendas Gaúchas trajadas com a típica e regional Pilcha Gaúcha Feminina Oficial e de Honra do Rio Grande do Sul, pois a antiga e tradicional vestimenta da mulher gaúcha interiorana do Pampa Sul-rio-grandense, por influência dos mercados, não mais é vista nesses comerciais Rodeios em nada Crioulos da Tradição dos Gaúchos Pampeanos do Rio Grande do Sul, de longa data praticados no MTG Brasileiro. Os Vestidos de Prenda e os conjuntos de Saias Campeiras e Blusas, em virtude das alterações regulamentares promovidas pelo MTG/RSforam substituídos pelas bombachas femininas - na verdade calças - até para o uso em torcidas e visitas às escolas! Atendendo aos interesses mercadistas a mulher gaúcha tradicionalista é induzida a usar um traje essencialmente masculino, o qual só se justificaria na prática das prova campeiras e nas cavalgadas rurais não oficiais, mas que é divulgado para o mundo, com os importados chapéus, coletes, lencitos virados, cintas e cores não tradicionais, até nos Desfiles Tradicionalistas do Dia do Gaúcho Brasileiro: 20 de Setembro. A falta de ética e de coerência na ciência, no direito e nas atividades culturais tradicionalistas certamente que fazem muito bem aos que se aproveitam e até, eventualmente, incentivam, promovem, instigam e obtém vantagens com determinados desvios funcionais, institucionais, embora tenham o dever moral de buscar o bem e não a maledicência. O que se espera, no entanto, é que atrás do rastro fétido das manipulações venham os posicionamentos corretos daqueles que detêm os princípios da reta ação, da honestidade intelectual e a idoneidade moral para buscar o bem das Instituições do Estado Brasileiro e a defesa do antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Estado e do Povo Gaúcho do Rio Grande do Sul!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
12/06/2008 11:30:17 José Itajaú Oleques Teixeira - Guará / DF - Brasil
Prezado Edgar. O sítio Bombacha Larga agradece a tua honrosa visita e a comunicação postada neste espaço cultural tradicionalista gaúcho. Em resposta, informamos-te que temos, na medida do possível, publicado matérias e notícias visando a defesa da autenticidade da Tradição Gaúcha Sul-rio-grandense. E por ter natureza tradicionalista o sítio Bombacha Larga não visa a divulgação dos chamados "Festivais Nativistas", desvinculados do Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro organizado, uma vez que os mesmos nenhum compromisso têm com a preservação da antiga Tradição dos Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul, mas apenas com seus fins meramente comerciais. Com as Saudações Tradicionalistas segue o nosso quebracostelas cinchado a esse prezado Vivente!
Sítio: http://www.bombachalarga.com.br
11/06/2008 12:17:12 Edgar Belisário da Silva - Porto Alegre / RS - Brasil
Gostaria que houvesse mais matérias além das aqui encontradas, notadamente para que possamos mandar para amigos de outros Estados. Finalmente, gravações de califórnias, rodeios e festivais, como FENART.
Sítio: *****
Listados 2 Comentários!
Untitled Document