Usuário:
 
  Senha:
 
 

Telmo de Lima Freitas:
Ronco do Bronco, de Telmo de Lima Freitas
15a Califórnia

 

05/05/2009 16:56:38
O BUGIO É VIVENTE DO PAGO!
 
Bugio: macaco e ritmo musical da Tradição Regional
dos Gaúchos Campeiros do Rio Grande do Sul!
............................................................................

O gaúcho não mata o bugio, irmão nosso da mãe-natureza; um bugio no fandango e na mata traz ao mundo muito mais beleza. Se a macaca bugia mostrou seu filhinho a um caçador, ao mostrar-lhe o seu bugiozinho pediu paz, amizade e amor. O bugio é pacato e amigo, não transmite nem febre amarela; por que, então, sofre tanta violência, se com ele a mata é mais bela? O gaúcho não mata o bugio, pelos homens já contaminado, salva a ambos, ritmo e bicho, que já morrem envenenados. Um bugio da Serra Mato Grande, que inspirou ao Neneca gaiteiro, deu origem ao compasso do Pago: Tradição do Gaúcho Campeiro. É o macaco bugio que firmou o nativo ritmo do chão; quando ronca grosso e bonito ao Rio Grande pede Tradição. O gaúcho não mata o bugio, vitimado das explorações; e ao do mato protege das águas com o veneno das plantações. O macaco das serras e matos, com seu ronco pede atenção; na cidade o seu grito reclama mais amor à nossa Tradição. O Rio Grande do Sul tem orgulho e os gaúchos lhes devem afago; os bugios merecem viver, os bugios são Viventes do Pago. O gaúcho não mata o bugio, com os primatas a mata se expande; eles são nossos Anjos da Guarda, Sentinelas do nosso Rio Grande! (Vivente do Pago, de José Itajaú Oleques Teixeira) Obs.: para maiores informações a respeito do bugio da imagem, acesses a Notícia publicada neste sítio aos 06.05.2009: http://www.bombachalarga.org/ver_noticia.php?id=658

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
06/06/2009 15:53:42 José Itajaú Oleques Teixeira - Taguatinga / DF - Brasil
Prezado Marcos. O sítio Bombacha Larga agradece a tua honrosa visita e o importante comentário postado neste espaço cultural tradicionalista gaúcho. Em resposta, informamos-te que este sítio não visa instigar o senso crítico de seus prezados visitantes apenas com as matérias que publica, mas também por muitas das suas imagens postadas, as quais muitas vezes valem mais do que mil palavras. Quanto à imagem da presente matéria, ela pode ser melhor compreendida após o acesso da Notícia publicada em 06.05.2009, arquivada no espaço correspondente sob o título "Bugio foi parar em quartel da Brigada". Portanto, essa é a foto do Bugio da Discórdia, nos termos da matéria do Jornal Diário de Santa Maria. O bugio da imagem é o que foi capturado na sede da Fazenda do Galpão, localizada no Passo do Jacques, no município de Lavras do Sul-RS, e preso pela Polícia Militar, tendo a sua morte decretada pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde, com sede em Porto Alegre, após uma consulta da Secretaria Municipal do município de Lavras do Sul. E o pior de tudo nessa história é que o animal não apresentava qualquer sintoma de febre amarela ou qualquer outra doença que pudesse justificar tal ato. A foto publicada é educativa, portanto, no sentido de que os bugios não devem ser presos em gaiolas ou em celas de prisões como se fossem criminosos, quando nem doentes se encontram, uma vez que o verdadeiro criminoso tem sido o Homem, que polui até a água que esses animais bebem e destrói o seu habitat natural. Enfim, diante do nosso protesto, não poderia ser outra imagem senão essa do bugio preso e sentenciado à morte pelo Órgão Estadual de Vigilância em Saúde do Estado do Rio Grande do Sul, que com aquele seu gesto violou a legislação ambiental brasileira. Com as Saudações Tradicionalistas segue o nosso fraterno abraço a esse prezado Vivente!
Sítio: http://www.bombachalarga.org
06/06/2009 12:55:55 Marcos de S. Fialho - João Pessoa / PB - Brasil
Ótimo texto! Mas com essa foto tá brabo... Por favor, liberdade ao bugio. Não faltam, mesmo na net, imagens desses magníficos gauchinhos em liberdade.
Sítio: *****
Listados 2 Comentários!
Untitled Document