Usuário:
 
  Senha:
 
 

Grupo Rodeio:
Essência Gaúcha

 

16/09/2009 09:29:09
NEM TRADIÇÃO NEM TRADICIONALISMO!
 
Os Centros das Antigas Tradições dos Gaúchos Pampeanos do Rio Grande
têm uma Filosofia Tradicionalista de Preservação a cumprir!
............................................................................

Será esse o Tradicionalismo dos Gaúchos Brasileiros? Serão esses os Tradicionalistas, que preservam o Patrimônio Cultural dos Campeiros do Garrão-sul do Brasil? Ou tudo isso é um ardil, uma artimanha, uma fraude para os lucros indevidos, junto a gaúchos corrompidos pelo interesse mercantil? Porque dançar de chapéu no galpão de um CTG, com ritmos, compassos e grupos musicais não tradicionais, despilchados ou com pilchas de cores pretas, vivas; cintas, rastras; lencitos, bombachitas anormais e fumaceira no bailão, nunca foi da Tradição dos Campeiros do Garrão desta Pátria Brasileira! Porque da Campanha do Rio Grande do Sul, de onde veio a Tradição Gaúcha Sul-rio-grandense, não se formou o platense costume dos castelhanos nem ali os texanos deitaram os seus usos, que hoje moldam os brasileiros sertanejos barretanos; o que figura no estante da Tradição do Rio Grande é o respeito ao sagrado Patrimônio do Estado Gaúcho Sul-brasileiro! Por isso só há razões para tais deturpações, que corrompem as Tradições dos Gaúchos do Brasil, se houver gaúcho vil servindo aos costumeiros assaltos politiqueiros a um dolente, agonizante, já trivial e subserviente Tradicionalismo; e à exploração comercial, que deturpa o Regional, a Raiz Tradicional do Rio Grande Varonil: Patrimônio de um Povo, que é Gaúcho, sem retovo, e pertencente ao Brasil! (O TRADICIONALISMO E A TRADIÇÃO DO SEU CTG, de José Itajaú Oleques Teixeira)

 

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document