Usuário:
 
  Senha:
 
 

Wilson Paim:
Ajoujado à Querência, de Vanoci Marques

 

16/09/2010 01:52:28
A INTEGRAÇÃO QUE FUNDE CULTURAS E CORROMPE A TRADIÇÃO DO RS!
 
No MTG Brasileiro não deve haver imposições político-partidárias, raciais
ou religiosas, pois a sua Filosofia de Atuação respeita a liberdade
de todos os seus integrantes, direito assegurado na Carta de Princípios
e na nossa Constituição Federal!
............................................................................

A Tradição Gaúcha Brasileira, como Patrimônio Cultural do Estado do Rio Grande do Sul, dos Sul-rio-grandenses, do Brasil e de todo o Povo Brasileiro, deve ser protegida do poder econômico que corrompe a tudo e a todos, em prol de seus comerciais interesses. Contudo, a cada dia que passa, em praticamente todos os setores da sociedade sul-rio-grandense e brasileira, nota-se a forçada desnaturação daquilo que nos é regionalmente tradicional; e, também, dos objetivos institucionais dos órgãos responsáveis pela preservação daquele antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Estado e do Povo do Rio Grande do Sul. A ocorrência dessas nocivas influências mercadistas na Cultura Gaúcha Sul-brasileira dá-se em todas as épocas do ano e em praticamente todos os momentos, mostrando-se presente, inclusive, nas anuais comemorações da Semana Farroupilha. Contrariando o próprio tema do ano de 2010 - Farroupilhas: ideais, cidadania e revolução -, o evento que é cívico para o Estado e seu Povo esteve sendo também utilizado parapelo que se pode verificar e suporalavancar interesses econômico-financeiros dos mercados sem fronteiras baseados em outras e estranhas culturas; e, também, para os ecléticos e não menos interesseiros propósitos eleitoreiros, há muito financiados pelo poder econômico dos referidos mercados. Como resultado dessa famigerada integração, cujo real sentido é o da fusão cultural com meros fins de mercado - de um lado com os mercosuristas, e de outro com os country-sertanejistas -, o que se constata é que os ideais de dignidade, cidadania e de reação do povo sul-rio-grandense, contra a usurpação daquilo que é seu por direitocontinuam sendo reverenciados apenas nas estratégicas frases de efeito de esvaziados e recorrentes discursos. Em Santa Cruz do Sul, por exemplo, como parte da programação cívica da Semana Farroupilha de 2010, autoridades municipais inauguraram até uma gruta com a imagem de Nossa Senhora Aparecida, mediante o argumento de ser ela a protetora dos ginetes de rodeios! Na área externa do galpão, instalado no Parque de Eventos pela prefeita Kelly Moraes, de onde ela despachou com o vice-prefeito Augusto Campis e os secretários municipais -, uma capela com a santa serviu para lembrar que “a religião também faz parte da Cultura Gaúcha”. No entanto, é de ser relembrado, igualmente, que um número extenso de variadas religiões fazem parte da nossa e de todas as demais culturas; que no Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro, por disposição institucional-estatutária, prevista no item X de sua sonegada Carta de Princípios, jamais pode haver sectarismos nem políticos nem raciais nem religiosos; que se Nossa Senhora Aparecida é a protetora dos ginetes dos Rodeios de Barretos, no Rio Grande do Sul ela nunca foi, não é, e no Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro nunca poderá - ou jamais poderia - ser a protetora dos ginetes gaúchos brasileiros, sob pena de estar-se, ao atender os fins daquele mercado nacional das gineteadas vacuns e seus comerciais e efusivos espetáculos -  infelizmente já incluídos de forma indevida em muitos dos eventos "tradicionalistas" de Santa Cruz do Sul, do Estado do RS e do Brasil -, desrespeitando a crença de muitos outros integrantes do MTG, que não professam da religião católica ou das imagens de santos e santas. Assim, se àquele governo municipal interessa essa famigerada “integração”, essa importação indevida, enquanto fusão cultural-comercialista instituida naquele município aos ginetes do Rodeio Gaúcho e Crioulo da Antiga Tradição do Rio Grande do Sul, as importadas orações à santa protetora dos ginetes country-texa-sertanejos, à senhora Zoraia Pereira dos Santos, presidente da Comissão dos Festejos Farroupilhas do município, aos senhores Geraldo da Silva, presidente da Associação Tradicionalista Santa-cruzense (ATS), e Mauro Rosa, patrão do CTG Lanceiros de Santa Cruz - um dos construtores da referida gruta -, presentes na citada inauguração, e a todos os demais responsáveis pelo cumprimento dos Fins Culturais do Tradicionalismo em Santa Cruz do Sul, no Estado Sulino, no Brasil e no mundo, o que lhes cabe são os atos de zelo, proteção, defesa, culto, preservação, salutar retransmissão e correta divulgação da autêntica, da antiga Tradição dos Pampeanos Sul-rio-grandenses, oriunda dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul, e as providências práticas no sentido de que sejam evitados todos os tipos de corrupção à efetiva aplicação dos Postulados Iniciais Básicos do MTG Brasileiro organizado, órgão cultural tradicionalista que a todos impõe seus objetivos gauchescos sul-rio-grandenses e brasileiros!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document