Usuário:
 
  Senha:
 
 

Wilson Paim:
O Rio Grande Acampado,
de Vanoci Marques

 

17/09/2010 12:28:16
O TRADICIONALISMO E A VERDADEIRA TRADIÇÃO DO RIO GRANDE!
 
O MTG Brasileiro e suas Entidades filiadas devem zelar
pela pureza e fidelidade aos nossos costumes autênticos,
combatendo todas as manifestações individuais ou coletivas que
artificializem ou descaracterizem as nossas coisas tradicionais!
............................................................................

As Entidades Culturais filiadas ao Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro organizado estão institucionalmente obrigadas à preservação da autenticidade da antiga Tradição do Rio Grande do Sul, cuja origem é a região do Pampa Sul-brasileiro. No período da Semana Farroupilha, sabe-se, os interesses econômico-financeiros com vistas às bilheterias são potencializados nessas entidades, em detrimento dos objetivos da Filosofia de Atuação do Tradicionalismo, prevista para todas as Entidades Culturais do MTG Brasileiro. E nesse contexto observa-se que os discursos, a cada ano que passa, têm sido repetidos. Engodos como temos de incentivar as crianças ao culto da Tradição Gaúcha de nosso Estado; a Semana Farroupilha é uma ótima oportunidade para mostrar ao público a nossa verdadeira Tradição, e outros mais, são alardeados todos os anos, especialmente no período da Semana Farroupilha. Além de promessas vazias como essas, típicas de candidatos a cargos públicos em época de eleições, o termo Tradicionalismo tem sido utilizado com a pompa de um Movimento Cultural Regionalista-tradicional Gaúcho Brasileiro muito sério e exemplarmente comprometido com seus objetivos estatutários. Sob esse quadro, no entanto, pintado com o apoio da imprensa, o que é vendido àqueles que pagam os ingressos e adentram um Centro de Tradições Gaúchas dos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul é gato por lebre. O que Tradicionalistas e visitantes veem no atual ambiente tradicionalista gaúcho, em plena Semana Farroupilha e nos demais dias do ano, como consumidores da verdadeira Tradição dos Antepassados Gaúchos Pampeanos do Rio Grande do Sul, são peões sob o teto do salão de um CTG com chapéus e boinas à cabeça, como se estivessem em um Bailão Sertanejo. O que é mostrado, inclusive às crianças, são apresentações totalmente dissociadas da alardeada e enganosa propaganda de culto à verdadeira Tradição Gaúcha do Estado Sul-brasileiro. O que se constata é a ausência da genuína Indumentária Regionalista-tradicional Gaúcha Sul-rio-grandense. O que todos observam no interior desses Santuários da Tradição do Rio Grande não é a Pilcha Gaúcha Oficial e de Honra do RS, prevista na Lei Nr 8.813/89 e, portanto, nas próprias Diretrizes do Tradicionalismoa qual deveria estar sendo respeitada dentro das Entidades Tradicionalistas. O que os consumidores da Cultura Regionalista-tradicional Gaúcha do Rio Grande do Sul veem nas diversas dependências das Entidades Culturais responsáveis pela preservação da autenticidade da antiga e campeira Tradição Regional Gaúcha Brasileira não são Tradicionalistas Gaúchos. O que eles encontram são sul-rio-grandenses modistas, crioulista-mercosuristas, comercial-nativistas, thesista-urbanos, country-sertanistas, e não gaúchos, uma vez que todos eles sobrepõem suas grifes, suas preferências pessoais determinadas pelas modas comerciais dos mercados, acima da verdadeira, da antiga e campeira Tradição do Rio Grande do Sul. Essa cores e esses estilos importados, urbanos, hodiernos, evidentemente, são incompatíveis com os regulamentos do MTG, revelando um profundo desrespeito pela Filosofia de Preservação do Movimento Tradicionalista e, por consequência, pela autenticidade da Tradição Gaúcha Sul-rio-grandense. Sabe-se, também, que essas são práticas programadas e concretizadas pela Nova Ordem Mundial e seus globalizados mercados sem fronteiras. Entretanto, e apesar de toda a força desse orquestrado movimento comercial, quem sabe um dia o verdadeiro Movimento Tradicionalista Gaúcho do Brasil venha a desvincular-se de todos esses interesses político-partidários e comerciais que há muito o exploram, para cumprir, efetivamente, nas suas Entidades Tradicionalistas filiadasseus deveres institucional-estatutários e as suas obrigações culturais e morais de órgão conservadorista, preservacionista, das autênticas, das antigas Tradições dos Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document