Usuário:
 
  Senha:
 
 

Velho Milongueiro:
É mentira desses loco, de Velho Milongueiro

 

06/10/2010 01:00:01
É HORA DE O ELEITOR, DE NOVO, 'CONSTRUIR O SEU DESTINO'!!!
 
Quando a conveniência político-partidária supera a conveniência
jurídico-constitucional e a Imposição Estatal a Liberdade Individual,
então Democracia não há, mas uma Ditadura Eleitoral, Institucional!
............................................................................

E lá vêm eles, de novo, manipulando esse povo! Vêm beijando criancinhas, sorrindo sem desconforto; mas depois ficarão sérios, ao defender o aborto. E lá vêm eles, de novo, enganando esse povo! Vêm apertando as mãos e prometendo saúde; e nas suas públicas políticas distribuirão ataúde. E lá vêm eles, de novo, explorando esse povo! Vêm abraçando o humilde, com promessas ao aflito; depois mazelas cobrarão seus votos no plebiscito. E lá vêm eles, de novo, usando esse pobre povo! Vêm falando em educação e em plena cidadania; e estarão bem protegidos na falsa democracia. E lá vêm eles, de novo, fraudando a boa-fé do povo! Vêm prometendo direitos e mais projetos sociais; à plebe sobrará o ônus, e aos ricos riqueza mais. E lá vêm eles, de novo, usando a crença do povo! Vêm ajoelhando nos templos e rezando para Deus; depois restará ao povo suas decisões de ateus. E lá vêm eles, de novo, usurpando o que é do povo! Vêm falando em moral, na sua doutrina eclética; depois o assalto ao erário e o enterro de sua “ética”. E lá vêm eles, de novo, iludindo esse povo! Vêm com antigos discursos e nova tecnologia, que o mundo todo rejeita por zelo à democracia. E lá vêm eles, de novo, aliciando o pobre povo! Vêm em nome de seus grupos, prometendo muitos planos; e corromperão a Justiça e os Direitos Humanos. E lá vêm eles, de novo, contra os valores do povo! Vêm em nome da nova ordem mundial, já em Brasília; e em nome desse sistema destruirão a família. E lá vêm eles, de novo, desviando o que é do povo! Vêm se dizendo honestos, mas em nome do bem comum comungarão das benesses; e o povo sem bem algum. E lá vêm eles, de novo, viciando a cultura do povo! Vêm falando em nativismo e propondo “integrações”; mas por votos e comércio destruirão Tradições! E lá vêm eles, de novo, dilubriando esse povo! Vêm falando em direitos para todo o cidadão, e a Lei Maior sofrerá de falsa interpretação! E lá vêm eles, de novo, desrespeitando o seu povo! E vêm com discursos de ética e argumentações ardilosas; depois praticarão crimes contra informações sigilosas! E lá vêm eles, de novo, enrolando esse povo! Vêm com o meio ambiente, pano de fundo ativista, e degradarão tradições no meio tradicionalista! E lá vêm eles, de novo, logrando esse pobre povo! Vêm falando em liberdade, forçando o povo a votar, para escolher o corrupto que menos o irá lesar. E lá vêm eles, de novo, dando golpes nesse povo! Vêm falando em nome próprio, com discurso bostelento; mas serão os financiadores que rifarão o orçamento. E lá vêm eles, de novo, assaltando o nosso povo! Vêm mentindo ao eleitor: aborto é desde o começo; em breve o povo verá: mate seu filho hoje, pela metade do preço! E lá vêm eles, de novo, corrompendo o que é do povo! Vêm atropelando princípios e minando velhos saberes do Estado Democrático de Direito e da Harmonia dos Poderes. E lá vêm eles, de novo, lesando a confiança do povo! Vêm ocultando ideologias, delas fazendo mistério; e o mundo outra vez saberá porque o Brasil não é sério! E lá vêm eles, de novo, manipulando esse povo! (SÃO ELES, DE NOVO!, de José Itajaú Oleques Teixeira)

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document