Usuário:
 
  Senha:
 
 

Luiz Marenco:
De Tempo e Tropa, de Guilherme Colares e Zulmar Benitez, 15a Gauderiada da Canção Gaúcha de Rosário do Sul, 1997

 

31/03/2011 23:36:09
POR UM MOURO DAS CONFIANÇAS DA TRADIÇÃO DO RIO GRANDE!
 
Respeito à Ordem Jurídica e à Cultura Regional do Brasil
são Direitos Humanos de todo o Povo Brasileiro!
............................................................................

A História se repete: meios justificam fins. No estratégico burburim outra escolha é proposta. Porém, com nova resposta, em nome da compostura, foi consertada a fissura e a Lei Maior recomposta. Trazemos vivas lembranças das escolhas do passado, de um sistema financiado por frustrada ideologia; da luta por soberania, no cumprimento do dever constitucional de manter a velha democracia. Que na Tradição do Pago, para acabar com as lambanças, outro mouro das confianças forme carga com bravura e recupere a andadura do trote da identidade, porque cultura e verdade são como o livro e a leitura. Há de se combater, sempre, as afrontas regionais aos usos tradicionais e peculiares das culturas, para que prossigam puras e livres dos atentados advindos dos mercados e suas vis caricaturas. O laço da probidade há muito que se rompeu e a boiada se perdeu atrás de falsa vivência. Mas voltará à essência das Tradições do Rio Grande todo o gaúcho que ande com seu Pago por Querência! (DE PASSADO E QUERÊNCIA, de José Itajaú Oleques Teixeira)

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document