Usuário:
 
  Senha:
 
 

Mano Lima:
Corpo de cavalo, de Mano Lima

 

20/02/2012 00:44:55
NÃO HÁ ORDEM SEM JUSTIÇA NEM A JUSTIÇA SEM ORDEM!
 
Não pode haver Tradição do RS sem o devido respeito
aos usos e costumes antigos dos Antepassados Gaúchos
do Pampa Sul-brasileiro!
............................................................................

Boleie a perna e tome um chimarrão, vamos falar da antiga tradição; comparar homem e cavalo e mostrar o abalo da corrupção. Tradição é coisa antiga, onde o cavalo é parceiro, não é comércio que abriga modificações por dinheiro. A Tradição de um povo vem dos seus antepassados, não da falta de respeito aos seus direitos abortados. Também o Homem e o cavalo podem inspirar a confiança, até que se sinta o apunhalo da refugada ou da lambança. No cavalo e no Homem volúvel não se pode ter esperança: um tem o caráter solúvel, o outro galopa e já se cansa. Há o gavião e o caborteiro, o sotreta e o matungo, de relancina o cavaleiro tá de a pé em um segundo. E há a súcia de calaveiras sem princípios, sem valores, que na retórica matreira não são mais que transgressores. Por isso, te digo, meu patrício, um como o outro nos engana:  o sem moral faz estrupício e o amatungado perde a gana. Mas tudo na vida tem preceito, a ordem exige temperança, e a exemplo do Direito há que haver a segurança; pois pra tudo dá-se um jeito e o velhaco também se amansa! (MANHA DE VELHACO, de José Itajaú Oleques Teixeira)

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document