Usuário:
 
  Senha:
 
 

MTG/RS:
Tatu de Castanholas

 

18/09/2012 19:11:57
HOMENAGEM DA CÂMARA AO RIO GRANDE E À REVOLUÇÃO FARROUPILHA!
 
A Tradição e o Folclore dos Gaúchos do Rio Grande,
na Câmara dos Deputados!
............................................................................

A Câmara dos Deputados, no dia 18 de setembro de 2012, homenageou o Estado do Rio Grande do Sul, o Povo Sul-rio-grandense e o 176º Aniversário da Revolução Farroupilha. Os autores do requerimento da Sessão Solene foram os deputados Assis Melo (PCdoB/RS) e Giovani Cherini (PDT/RS). Também compuseram, inicialmente, a Mesa de Honra o deputado Frederico Antunes (PP/RS) e a patroa do CTG Estância Gaúcha do Planalto Maria Cleusa Guerra. Após o canto do Hino Nacional Brasileiro, o deputado Assis Melo, da tribuna, agradeceu a visita de todos nesta data tão importante para o Rio Grande do Sul. E recitando a primeira estrofe do Hino Rio-grandense asseverou que no seu conteúdo fica marcada a importância do Dia 20 de Setembro para os gaúchos brasileiros. Aproveitou, ainda, para exaltar as comemorações farroupilhas na cidade de Caxias do Sul, no Parque de Eventos Festa da Uva. Salientou que a Revolução Farroupilha fora episódio de cunho progressista, diante do contexto histórico de sua época. Proferiu homenagens aos Centros de Tradições Gaúchas do Distrito Federal; afirmou que a luta dos farrapos continua, em prol de uma sociedade mais fraterna; e que o ideário farrapo ainda nos move, pois “não basta pra ser livre ser forte, aguerrido e bravo. Povo que não tem virtude, acaba por ser escravo”. Assumindo a presidência da Mesa de Honra, o deputado Assis Melo passou a palavra ao deputado Giovani Cherini, o qual, portando sua cuia de mate-amargo, recitou os seguintes versos da poesia Chimarrão, de Glaucus Saraiva: “Amargo-doce que eu sorvo, num beijo em lábios de prata, tens o perfume da mata, molhada pelo sereno; e a cuia, seio moreno, que passa de mão em mão, traduz no meu chimarrão, em sua simplicidade, a velha hospitalidade da gente do meu rincão”. Parabenizou a escolha do tema da Semana Farroupilha de 2012, Nossas Riquezas, e relembrou que a Revolução Farroupilha envolvera em suas lutas os mais diversos segmentos da sociedade da então Província de São Pedro; que a sua comemoração abarca todos os sul-rio-grandenses e o culto à nossa tradição; que essa é a Maior Festa do Brasil, fazendo ressurgir em todos nós o orgulho de gaúchos brasileiros. Relembrou os atos heróicos dos jovens de 1947, como o da criação da Chama Crioula e o da fundação, aos 24.04.1948, do primeiro CTG. Observou que o Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro é o Maior Movimento Cultural do Mundo, e que tramita na Casa Legislativa Federal um projeto de lei para torná-lo Patrimônio Histórico-cultural de nosso país. Referiu-se aos oito símbolos do Rio Grande do Sul, contidos na legislação sul-rio-grandense, e informou ser o autor das leis do Dia do Churrasco e do Chimarrão e do Laçador como símbolo do RS (Leis n. 11.929/03 e 12.992/08, respectivamente). Também recitando a parte do Hino Rio-grandensemas não basta pra ser livre ser forte, aguerrido e bravo. Povo que não tem virtude, acaba por ser escravo”, proferiu um viva aos 177 Anos da Revolução Farroupilha. Inúmeros parlamentares ocuparam a tribuna para igualmente render homenagens ao Estado e ao Povo do Rio Grande do Sul, assim como às comemorações pela passagem do 176. Aniversário da Revolução Farroupilha, dentre eles os deputados Alceu Moreira (PMDB/RS); Izalci (PR/DF), de origem mineira, mas que disse gostar da tradição gaúcha e ter a mais sincera admiração pelo bravo, cavalheiro, patriota, altivo povo gaúcho, que valoriza sua História e seus costumes com a coragem e a bravura de seus antepassados, demonstrando apego à Terra e à liberdade; Vieira da Cunha (PDT/RS); Afonso Hamm (PP/RS); Celso Maldaner (PMDB/SC); Luís Carlos Heinze (PP/RS); Vicente Selistre (PSB/RS), cujo pronunciamento enalteceu os costumes do CTG, a cultura e a tradição do RS como extremamente positivos para o jovem, diante das invasões culturais externas; e parabenizando a todo o Povo do Rio Grande, deu vivas ao 20 de Setembro e à luta pela igualdade; Roberto de Lucena (PV/SP), o qual afirmou ter respeito pelo Povo Gaúcho e sua História, parabenizou aos autores do requerimento da Sessão Solene Comemorativa à Revolução Farroupilha. A patroa Maria Cleusa Guerra, da tribuna, acentuou que o CTG Estância Gaúcha do Planalto é um pedaço do Rio Grande na Capital do Brasil. E após o canto do Hino Rio-grandense, a Invernada Artística do CTG Estância Gaúcha do Planalto abrilhantou o final da Sessão Solene com as danças folclóricas sul-rio-grandenses Chico Sapateado, Maçanico e Tatu de Castanhola. E assim, a Câmara dos Deputados, para regozijo dos sul-rio-grandenses e de todos os gaúchos brasileiros, voltou a render as justas homenagens ao Estado do Rio Grande do Sul e às comemorações da Revolução Farroupilha de 1835!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document