Usuário:
 
  Senha:
 
 

Portela Delavi e Moraezinho:
Gildo Freitas

 

29/09/2005 19:17:23
A TROVA GAÚCHA SUL-RIO-GRANDENSE!
 
Associação de Trovadores Rui Freitas, de Caçapava do Sul-RS!
............................................................................

Conforme sinopse de Paulo Roberto de Fraga Cirne, divulgada no sítio www.paginadogaucho.com.br, o  repentismo tem as suas origens na Roma dos anos 1.250. O canto de improviso, no Brasil, faz parte do acervo folclórico, com as naturais variações regionais. No Rio Grande do Sul é chamada de Trova Galponeira e constitui uma das mais importantes manifestações da cultura gaúcha sul-brasileira. Começou com as quadrinhas, as Quero-Manas, no Período Fandangueiro. Hoje estão em uso a Trova Campeira, a Trova em Milonga, a Trova de Martelo, a Trova Estilo Gildo de Freitas e, também, a Pajada. A Trova Campeira é a trova tradicional de desafio no Rio Grande do Sul, com estrofes em sextilhas (6 versos ou linhas). Os versos são em redondilha maior, onde as rimas são alternadas (2º, 4º e 6º versos), e a métrica é setissilábica, isto é, versos em sete sílabas. Esta modalidade popularizou-se a partir das comemorações do Centenário da Revolução Farroupilha, em 1935. O gênero da Trova Campeira passou a ser chamada de Gavetão, por estar a melodia da mesma entre o chote e a toada. Com o fim de testar o conhecimento dos trovadores surgiu, por volta de 1956, o Tema nas trovas de disputa, visando evitar a repetição de velhos chavões. Na Trova em Milonga, o trovador improvisa em ritmo de milonga, sendo utilizada em apresentações individuais, com estrofes sem um número padrão de versos, em redondilha maior. A Trova de Martelo apresenta versos em redondilha maior, com rimas alternadas. A música é vaneira e marcha, com início em Mi Maior. A característica é a rima interestrófica, completando um concorrente a rima do outro. Teria surgido por volta de 1955. Na Trova Estilo Gildo de Freitas, os trovadores improvisam em cima da música Definição do Grito, do grande trovador, compositor e cantor Gildo de Freitas. As estrofes são de 9 versos em redondilha maior, com rima no 2º, 4º, 6º e 9º versos e 7º e 8º entre si. A Pajada tem improviso parecido com o da Trova em Milonga. O canto é lento, próximo ao da declamação, com estrofes de 10 versos. O Tradicionalismo tem, infelizmente, discriminado essa importante forma de expressão cultural do povo gaúcho sul-rio-grandense: a trova. Não há informação alguma a respeito da Trova Gaúcha do Rio Grande nos sítios dos órgãos ditos “culturais” e das Entidades Tradicionalistas, com raras e honrosas exceções. Contribuindo para a necessária valorização da Trova Gaúcha Sul-brasileira, a Associação de Trovadores Rui Freitas, da cidade de Caçapava do Sul-RS, vem promovendo os concursos Pua de Ouro: Trova Campeira e Estilo Gildo de Freitas, e os Seminários Estaduais de Trovas. É uma oportunidade para a reunião e a confraternização dos trovadores do Rio Grande do Sul e do Brasil, com a efetiva valorização, divulgação e prática da arte trovadoresca, nas modalidades Campeira e Estilo Gildo de Freitas. O intercâmbio entre os adeptos e os admiradores do repente improvisatório certamente incentivará o surgimento de novos participantes, para que a arte da trova não se perca no tempo e em meio aos sempre nocivos interesses sem fronterias dos mercados. Esse é um dos objetivos dos organizadores, o propósito maior desses acontecimentos culturais. À Associação de Trovadores Rui Freitas, da Segunda Capital Farroupilha, Caçapava do Sul, os cumprimentos do sítio Bombacha Larga pelas louváveis iniciativas, com os votos de pleno êxito nos seus futuros Concursos Pua de Ouro e Seminários Estaduais de Trovas Gauchescas Sul-rio-grandenses!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
08/04/2010 19:53:59 Bombacha Larga - Brasília / DF - Brasil
Prezado Deroci. O sítio Bombacha Larga agradece a tua honrosa visita e o comentário postado neste espaço cultural tradicionalista gaúcho. Estás com toda a razão, vivente! E apenas para elucidar alguns pontos relacionados ao fato em comento, informamos-te que a Associação de Trovadores Rui Freitas, salvo engano, não era entidade associada do Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro organizado. E como já afirmamos neste sítio, músicos e artistas, na sua grande maioria, por razões esencialmente comerciais, não são, não podem e nem pretendem ser Tradicionalistas Gaúchos Brasileiros, em virtude das naturais limitações que o verdadeiro MTG impõe aos seus produtos, estes sempre ao sabor do "vento" dos modismos comerciais. E se for gravar um CD, então, aí que o quera estará com a alma, a consciência, o corpo e tudo o mais nas mãos do mercado musical e suas imposições mercadistas. Assim, músicos e artistas ora não são Tradicionalistas na Pilcha Gaúcha que usam, ora não o são nos instrumentos, nos ritmos, nos compassos e conteúdos musicais que executam. E quando atendem a um desses, estarão desrespeitando, corriqueiramente, a maioria dos demais aspectos da antiga Tradição Gaúcha do Rio Grande do Sul. Com relação à imagem publicada na presente matéria, ela fora registrada na Semana Farroupilha de 2004, quando o Conjunto Musical animava um bailezito durante o jantar, com músicas de Gildo de Freitas. Vai daí que os trovadores resolveram fazer uma homenagem a um dos presentes. Então, o xiru do baixo, como músico que é, não se fez de rogado e acompahou a apresentação da referida trova. Naturalmente que tens razão quando dizes que na trova, se tiver acompanhamento na execução da gaita deve ser o de um violão e não de uma guitarra. E apreveitando o ensejo, também lembramos a todos os nossos visitantes que a Pajada Gaúcha Sul-rio-grandense sempre foi, por Tradição, apresentada sem acompanhamento musical. Porém, diante dos interesses dos mercados Musical e "Mercosurista", ela está sendo corrompida e nivelada com a trova dos platinos. E além desses, outros inúmeros aspectos da antiga Tradição dos Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul há muito que estão sendo modificados, substituídos, "integrados", frente aos interesses econômico-financeiros de uns, comerciais de outros e político-eleitoreiros de muitos administradores municipais, que se apropriando das Entidades filiadas ao MTG, por meio de suas Associações "Tradicionalistas" Municipais, estão a visar apenas os votos, corrompendo a Filosofia de Atuação em pleno vigor no MTG Brasileiro e nas suas Entidades Culturais Tradicionalistas filiadas; políticos que muitas vezes estão sendo patrocinados nas suas campanhas pelo poder econômico dos mercados externos, com o criminoso fim de abrir-lhes um nicho no "mercado" de Tradicionalismo originalmente sem fins lucrativos. É só ver os chapéus claros, chaparral, "countries"; as camisas pretas, vermelhas, azulão, verdão, amarelão...; as modas dos "texa-crioulistas", os mercadistas de cavalos, e suas calças de alças no cós e bolsos traseiros, cintas urbanas, "rastras" platinas, bonés, boinas coloridas importadas, "guaiacas porchetão Freio de Ouro" e outras grifes e apetrechos comerciais não tradicionais do Rio Grande do Sul; suas comerciais gineteadas "texa-mercosuristas" e as importações do "universo texano", com provas e estilos dos "Rodeos Country-texa-sertanejo", tudo isso dentro dos nossos CTGs, com a conivência de falsos Órgãos e Entidades "Tradicionalistas". Enfim, como podemos todos ver, incoerências regionalista-tradicionais sul-rio-grandenses e impropriedades tradicionalistas gaúchas brasileiras é que não faltam, tanto dentro como fora desse atual Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro organizado, ao que tudo indica, há muito sob o comando da Nova Ordem Mundial e seus globalizados interesses. Com as Saudações Tradicionalistas segue o nosso cinchado quebracostelas a esse prezado calaborador do sítio Bombacha Larga: na luta pela preservação das autênticas Tradições dos Gaúchos Sul-brasileiros!
Sítio: http://www.bombachalarga.org
08/04/2010 12:30:39 Deroci Freitas de Moraes - Santa Maria / RS - Brasil
Pena que o instrumento eletrônico que aparece na foto, descaracterizou o cenário, pois o "parceiro" da gaita nas trovas gaúchas autênticas sempre foi o violão.
Sítio: http://http://lafora.arteblog.com/
24/02/2010 21:54:40 VILSON SANTOS - BALN. PINHAL / RS - Brasil
GOSTARIA DE ENTRAR EM CONTATO COM O CANTOR E TROVADOR MORAIZINHO, ATRAVÉS DE TELEFONE, PARA CONTRATÁ-LO PARA UM SHOW NO CTG GAUDÉRIOS DO LITORAL, DA PRAIA DO MAGISTÉRIO, COM URGÊNCIA. CONTATO F.: 051-36862861 OU 85144838, C/VILSON.
Sítio: *****
02/01/2008 15:20:22 MOLINA - CANELA / RS - Brasil
Que Felicidade! Após vários anos, ouvir Moraizinho, que está longe do meu São Gabriel e já radicado em Canela. Lá ele era e é muito querido. Parabéns e muito obrigado às pessoas que divulgam a nossa cultura tradicionalista...
Sítio: *****
19/09/2007 00:40:45 Aline - São Leopoldo / RS - Brasil
Que Deus abençõe a todos os gaúchos!
Sítio: *****
19/09/2007 00:37:48 Heleno - São Leopoldo / RS - Brasil
Somos gaúchos com muitooooo orgulho no coração!!!
Sítio: *****
05/09/2007 08:31:53 renata - cerro grande / RS - Brasil
Muito legal!
Sítio: *****
Listados 7 Comentários!
Untitled Document