Usuário:
 
  Senha:
 
 

João Luiz Corrêa:
Mensalinho

 

02/09/2013 10:47:08
ESTELIONATO HÁ NA POLÍTICA E TAMBÉM NA TRADIÇÃO!
 
............................................................................

Bueno! Disse Libório: - tô mais tranquilo, então. Quem quiser seguir a moda assuma tal condição. Sou homem por natureza, disso eu não abro mão. Não viro minha casaca nem mudo de opinião. Mas aumento a confiança quando vejo a mudança na política da nação. Nicácio sentou na rédea, diante da ingenuidade, mas mostrou entendimento, senso de humanidade, ao responder a Libório o que na realidade representa a política e a sua falsidade: uma máfia amoral, ditadura eleitoral e falta de liberdade. Bá! De orelha em pé, frente essa guasqueada, Libório, no sufragante, sentindo a garreada, não se achicando, disse: - é fuxico, embrulhada, de quem coça as canelas, de quem faz uma costeada. Eu irei votar de novo no político do povo ficha limpa, alvejada. Pois eu não vou, diz Nicácio, porque não sou mais otário. Quem quiser que continue nesse conto do vigário. Ficha limpa só pros outros, eles ficam no armário. O pente-fino faz a boca no episódio hilário; o eleitor, seu comparsa, também fica, nessa farsa, ladrão, estelionatário. (PELEIA FILOSÓFICA, XCVI-XCIX, de José Itajaú Oleques Teixeira)

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document