Usuário:
 
  Senha:
 
 

Baitaca:
Ninguém é mais que ninguém, de Baitaca

 

28/04/2014 09:13:21
CONSCIENTES E NÃO CONSCIENTES: TODOS SOMOS IRMÃOS!
 
............................................................................

Libório, na picardia, ainda fez chará-chá-chá: - se eu cair na volteada não vou me encalistrar. A perigar a verdade, não deixo de pescocear e de botar os cachorros pro caso de amolar; e se preciso dou pancas, puaços com puas-mansas, naquele que eu flautear. Nicácio disse: - Libório, parece cobra mandada. Porém, assim como tu, ninguém gosta de gateada. O que não queres pra ti não queiras pra peonada; e para toda ação há reação esperada. Não quero te dar sermão, mas tu vais, sem reta ação, pagar a mula roubada. Libório falou, buzina: - eu não refugo perigo, e se fico apotrado eu sou puava e brigo. As malícias deste mundo as trago todas comigo. Na morte, depois da vida, estaremos lá contigo. Por isso eu te oriento: se não mudares um tento não terás nenhum amigo. Eu não passo mel nos beiços, pra visar maledicência; eu sou irmão do soberbo e daquele na indigência, disse Nicácio, tranquilo, com a sua experiência. - No mundo deixo meu corpo, mas é a alma a essência. E se igual puxa igual o bem não junta no mal, porque tem outra consciência. (PELEIA FILOSÓFICA, CXXXII- CXXXV, de José Itajaú Oleques Teixeira)

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document