Usuário:
 
  Senha:
 
 

Lobisomem:
CPI na fazenda

 

03/06/2014 19:59:22
NUM CUSCO HÁ UM AMIGO; NESSA MATILHA, UM CASTIGO!
 
............................................................................

Libório disse: - Nicácio, a fumaça é normal, mas toda poluição é certo que é um mal. E o meu representante não é de passar buçal; nem tira o corpo fora, quando fede o lodaçal. O tirão ele aguenta toda a vez que enfrenta CPI e coisa e tal. - CPI nunca dá nada, diz Nicácio, a matear. - O pablo junta torresmo, com mutreta a emponchar, parolagem, patacoada, o povo a engambelar; com esse grande banzé a muitos vão enganar. Esse político que falo seguirá passando pealo sempre, firme, a gambetear. Seu Nicácio, diz Libório, assim eu fico faceiro ao saber que a CPI não será um espinheiro, apesar de que meu galo é um flor de caborteiro; se a tala vai pegar ele vira num coiceiro; e se o troço mermar ele vai continuar sendo o mesmo matreiro. Nicácio falou, mui sério: - é uma barbaridade! Esse baita instrumento usado com falsidade faz ganhar os calaveiras, e perde a sociedade. É mais um dos maus exemplos da escória da Humanidade. E comparar esses sorros com os amigos cachorros é faltar com a verdade. (PELEIA FILOSÓFICA, CXL- CXLIII, de José Itajaú Oleques Teixeira)

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
NENHUM COMENTÁRIO ATÉ O PRESENTE MOMENTO!
Untitled Document