Usuário:
 
  Senha:
 
 

César Passarinho:
Caminhos de Jaguari, de Mauro Ferreira,
Cláudio Lena e Luiz Bastos

 

04/10/2005 08:21:43
OS ITALIANOS DO SUL DO BRASIL!
 
Rainha e Princesas, nos trajes de uma Festa Italiana!
............................................................................

A contribuição dos imigrantes italianos, como salienta Lamberty, fora muito significativa na formação do Folclore Sul-rio-grandense. As cantigas, a Festa da Uva e do Vinho, as manifestações da colheita, os provérbios, a culinária, com pães, massas, queijos, etc., a gesticulação, a figa, as capelinhas, as cruzes na beira da estrada, as grutas com santos nos jardins, as promessas, os presentes de ano-bom, os jogos da mora, tressete, bóccia, isso e muito mais contribuiu para o Folclore Ítalo-brasileiro no Sul do Brasil. Mas, indubitavelmente, as maiores contribuições dos italianos foram no campo da religião e da culinária. Quanto ao Folclore Gaúcho do Rio Grande do Sul, oriundo dos campeiros do Pampa Sul-brasileiro, a grande contribuição italiana fora com o acordeom no campo da música regionalista-tradicional gaúcha sul-rio-grandense, regionalmente conhecido por gaita ou cordeona. Em muitas cidades do Estado do Rio Grande do Sul formaram-se colônias italianas. Em Jaguari, por exemplo, com povoação iniciada pelos índios guaranis, o núcleo colonial italiano instalou-se em 1889, à margem direita do Rio Jaguari, (Jaguar-hy: Rio do Jaguar = Rio da Onça Pintada). Ali os primeiros imigrantes italianos obtiveram seus lotes, seguidos depois por húngaros, poloneses, russos, brasileiros, alemães e outros. Os primeiros colonizadores foram organizando suas habitações e suas lavouras em meio à mata virgem, onde a flora e a fauna eram exuberantes e variadas. No centro das inúmeras comunidades ergueram-se capelas dedicadas aos santos da devoção de seus respectivos habitantes. E ao lado delas os salões. Estes eram o ponto de reunião para a conversa entre amigos, após as devoções; e da realização de saraus e jogos, com a religião concorrendo para a integração entre os imigrantes italianos. A Igreja Matriz, com a construção iniciada em 1893 e a sua conclusão ocorrida em 1907, tem como padroeira Nossa Senhora da Conceição. E a religiosidade dos italianos revela-se no próprio Hino de Jaguari, com letra de Julia Albuquerque Pereira e música de Idamir Barros da Silva, ao expressar, já na sua primeira estrofe, que “Sob um céu de imenso azul há uma jóia engastada; esta jóia é minha terra, onde o amor nasce e viceja com as bênçãos da Imaculada”. Os Italianos do Sul do Brasil são, assim, grandes contribuidores do Folclore Regional e do desenvolvimento econômico-social do Estado do Rio Grande do Sul!

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
08/09/2011 18:00:33 rogerio mirabelli piros - s j rio preto / SP - Brasil
Parabéns à comunidade e à beleza das meninas. Um abraço.
Sítio: *****
Listado 1 Comentário!
Untitled Document