Usuário:
 
  Senha:
 
 

Os Mirins:
Tempos de Piazito

 

29/10/2005 15:14:46
AS RAÍZES DA ATUAL CRISE DO MTG BRASILEIRO!
 
Mostra Cultural do CTG Sinuelo do Horizonte, de Belo Horizonte-MG!
............................................................................

O Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro, sendo um estado de consciência que busca preservar as boas coisas do passado, por meio de cultos e vivências, deve ter uma preocupação permanente com o antigo Patrimônio Sociológico-tradicional Sul-rio-grandense, objetivo este a ser buscado por todas as suas Entidades Tradicionalistas filiadas. E por força das suas disposições estatutárias, nenhuma Sociedade Cultural Tradicionalista Gaúcha Brasileira poderia ter objetivos econômico-financeiros, político-partidários, comerciais ou de índole pessoal. Ao contrário, todas deveriam trabalhar pela afirmação do Regionalismo Gaúcho Sul-rio-grandense. Na prática, no entanto, há muito que esse estado de consciência vem sendo deturpado por alguns dirigentes descomprometidos com os verdadeiros Fins Culturais do MTG Brasileiro. E a única consciência desses exploradores do MTG e da Tradição do Rio Grande do Sul é aquela direcionada para os seus interesses imediatos e outros em nada correspondentes à Filosofia de Atuação Cultural do Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro. Para esses, Tradição Gaúcha Sul-rio-grandense não representa o ato de retransmitir, de pais para filhos e pelas gerações, os antigos usos e costumes tradicionais dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul, mas apenas um meio para atingir os seus fins particularesA consequência dessa exploração não poderia ser outra: afastam-se do Tradicionalismo os gaúchos que têm escrúpulos, os verdadeiros Tradicionalistas Gaúchos do Brasil. E não é de hoje que os casuísmos campeiam no Meio Tradicionalista Gaúcho BrasileiroA aprovação de Estatutos aonde o Presidente do MTG regional figurava também como o Presidente do Conselho Fiscal, com o privilegiado poder de fiscalizar a si próprio, em um dos Estados da Federação, é apenas um dos exemplos desses deploráveis casuísmos. Outro destes, a ser citado, é o caso em que recursos impetrados contra irregularidades ocorridas em eventos culturais tradicionalistas não tiveram a obrigatória apreciação e a devida resposta da Comissão Organizadora do Festival Tradicionalista. Além disso, a grande maioria dos CTGs e demais Entidades Tradicionalistas ignoram o fato de que a Cultura Regionalista-tradicional Sul-rio-grandense não está representada nos bailes comerciais, nas competições meramente esportivas e nas festas desconexas da antiga Tradição dos Gaúchos Pampeanos do Rio Grande; de que a Carta de Princípios Tradicionalistas, a Diretriz Maior do MTG Brasileironão fora criada e aprovada para ser solenemente ignorada, sonegada, corrompida; de que o culto efetivo da História Regional, do Folclore Gaúcho do Pampa do RS, de suas lendas, da sua música regionalista-tradicional sul-rio-grandense, das suas figuras ilustres e dos demais aspectos relevantes da Cultura Gauchesca Sul-brasileira são essenciais para a efetiva preservação das Raízes Tradicionais e da Identidade Cultural Regionalista dos Gaúchos do Sul do Brasil. No entanto, a grande parte das Patronagens dessas Entidades Sócio-culturais do Tradicionalismo nada fez e nada faz para torná-las autênticos Polos Irradiadores da Antiga Tradição dos Antepassados Gaúchos Campeiros do Pampa do Rio Grande do Sul; para fazê-los verdadeiros Centros das Centenárias Tradições dos Gaúchos Pampeanos do Estado Garrão-sul do Brasil. Suas omissões e ações não pautadas na Ética Tradicionalista contribuem apenas para o aprofundamento da Crise do Tradicionalismo Gaúcho Brasileiro organizado, cujas proporções nestes últimos anos atingiram o ápice do absurdo durante os crioulistas Festejos da Semana Farroupilha. Portanto, a cada dia 29 de outubro, data em que se comemora o aniversário do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Estado do Rio Grande do Sul, se renova a oportunidade para que seus Dirigentes Tradicionalistas, em meio às festivas comemorações, aproveitem também para fazer suas necessárias e profundas reflexões em prol da efetivação dos reais Fins Institucional-estatutários do Órgão Movimento Tradicionalista Gaúcho Brasileiro a que se dispuseram administrar; a refletir a respeito da efetividade de suas ações voltadas para a preservação tanto da Filosofia do MTG Brasileiro, estampada na sua Carta de Princípios e no seu Estatuto Social, como do Núcleo da Formação Gaúcha Sul-rio-grandense, fundado no Pampa Sul-brasileiro, e do antigo Patrimônio Sociológico-tradicional do Estado e do Povo Gaúcho do Rio Grande do Sul, também formado pelas autênticas, pelas antigas, Tradições dos Gaúchos Campeiros do Sul do Brasil!

 

 

............................................................................
 
 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
29/10/2007 11:07:55 Wilson do Nascimento - Balneário Camboriú / SC - Brasil
Cumprimentos à Direção do MTG-RS, criado pelo saudoso SINVAL GUAZZELLI e que teve como primeiro presidente meu particular amigo, tradicionalista dos quatro costadoss, ONÉSIMO CARNEIRO DUARTE, que foi gerente do BB em Ijuí-RS, cuja cidade é um dos berços do tradicionalismo no RS, e em cujo Banco fui funcionário. Desejo que o MTG continue propugnando pelas raízes da tradição gaúcha, sem as deturpações do modismo hodierno. Cumprimentos, também, ao BOMBACHA LARGA. Sds! Wilson
Sítio: *****
Listado 1 Comentário!
Untitled Document