Usuário:
 
  Senha:
 
 

Grupo Minuano:
Nossa vanera,
de Elizeu Vargas Capim

 

18/09/2012 13:34:32
A MAIOR FAÇANHA DA GUERRA DOS FARRAPOS FOI A PAZ!
............................................................................
A deflagração da Revolução Farroupilha deu-se em virtude da total falta de atenção do Império do Brasil em relação àquela distante, esquecida e economicamente prejudicada Província de São Pedro do Rio Grande do Sul. Sem pretensão de separar-se do território brasileiro, pois a proclamação da República Rio-grandense só veio após 1 ano de conflito, no calor da grande vitória da Batalha do Seival, esse Decênio Heróico só se estendeu por quase 10 anos por conta da relutância do Poder Central em atender as justas reivindicações dos Farrapos do Rio Grande. E a pacificação da Guerra dos Farrapos não fora menos importante que os demais atos revolucionários farroupilhas. Diante das circunstâncias de 10 anos de lutas, tanto a República como o Império chegaram ao consenso: os farroupilhas, porque o desgaste da Província e de seu povo já eram muito grandes; o Poder Imperial, porque precisava dos gaúchos nas guerras do cone sul-américa. Enfim, continuar brasileiros foi, sem dúvida alguma, após iniciada a Revolução, a maior façanha daqueles que nos deixaram como herança o exemplo do exercício prático da cidadania; o exemplo de luta pelos nossos direitos à dignidade, à liberdade de ação em prol do nosso desenvolvimento econômico-social, o qual estende-se, inclusive, às lutas de hoje pela preservação de nossa cultura regionalista-tradicional gaúcha sul-rio-grandense, diante da exploração que ela sofre por parte de culturas alienígenas e seus mercados sem fronteiras, que alteraram, modificam, deturpam, "integram", corrompem, com fins essencialmente econômico-financeiros, lucrativos, um antigo Patrimônio Sociológico-tradicional de propriedade do Rio Grande do Sul, dos Sul-rio-grandenses, do Brasil e de todo o Povo Brasileiro, porquanto oriundo dos usos e costumes antigos, tradicionais, dos Gaúchos Pampeanos do Estado Garrão-sul do Brasil!
............................................................................
Untitled Document