Usuário:
 
  Senha:
 
 

Grupo Rodeio:
Deus Gaúcho, de Régis Marques

 

09/07/2007 09:45:34
BUGIO AMERICANO
............................................................................
Quero contar-lhes um causo
novo e muito engraçado,
de um bicho bem diferente
dos bichos de nosso pago.
É um bugio de raça pura:
rico, gordo e bem trajado,
de brinquinho nas orelhas,
cabeludo e estudado.
É bugio americano,
cria forte e importado;
ronca grosso e fala fina
no Congresso e no Senado.
É bugio em todo lado,
muito amigo do dinheiro;
cantam, dançam, fazem festa
aos mandos do estrangeiro.
 
Os bugios desta querência,
tradição de nosso Estado,
não se compram e nem se vendem
em qualquer supermercado.
Já no campo e na cidade
é bugio inculturado.
Defendendo a pátria amada,
honrando a sua identidade,
é bugio do carreteiro,
do fandango de galpão;
não têm medo destes bichos
que mandam nesta Nação!
............................................................................
  Autor: Sadi Rambo
Poesia enviada Por: Sadi Rambo - Porto Alegre / RS
  Observações:

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
24/07/2007 21:06:42 Romalino Lindolfo Materazi - Concórdia / SC - Brasil
Mas bah vivente essa tua poesia é loca de especial, esse tal de bugio americano..... Mas que bugio é esse vivente?? Se continuares assim tu vais longe...Buenas..Abraço bem apertado..
Sítio: *****
Untitled Document