Usuário:
 
  Senha:
 
 

Walther Morais:
Pra ser feliz no Sul

 

04/03/2008 14:16:17
MÃE
............................................................................

Jurema Chaves

 

Mãe, que palavra tão doce!

De tão profunda expressão.

É um anjo-coração

Para guiar nossos passos.

Cada filho é um pedaço

De ternura e emoção

Acalentando em seus braços!

 

Mãe, que sozinha na noite,

Embala o filho contente

Aos pés de um berço a cantar;

As mãos com toques de fada.

Minha mãezinha adorada

Eu quero te homenagear!

 

Mãe santa, mãe protetora,

Divino ser celestial

De canduras sem igual;

Pra o teu nome não tem rimas,

Berço de amor que sublimas

Em teu colo maternal!

 

Por isso, mamãe querida,

Fonte indelével de vida,

É pra ti o verso que faço.

Cada frase é um pedaço

Do amor que se multiplica.

O teu amor purifica

Um coração machucado;

És lenitivo pra dor,

Manancial de puro amor

Num altar santificado.

 

Por todos os teus cuidados,

No teu dia consagrado

Quero ofertar-te mãezinha;

Pode, com minhas mãozinhas,

Tirar do céu um pedaço,

Fazer do arco-íris um laço;

E num ramalhete de estrelas,

Para então te oferecê-las

Na cestinha dos meus braços!!!

............................................................................
  Autor: Jurema Chaves
Poesia enviada Por: Jurema Chaves - São Leopoldo / RS
  Observações:

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
25/06/2011 17:02:11 lais - bento gonçalves / RS - Brasil
Muito bonita a poesia. Vou escrever para minha mãe, de aniversário!
Sítio: *****
Untitled Document