Usuário:
 
  Senha:
 
 

Grupo Rodeio:
Deus Gaúcho, de Régis Marques

 

11/03/2008 14:06:52
DESCENDÊNCIA
............................................................................

 

Sou a gaúcha pampeana,
tenho a beleza aragana,
sou como o brilho da lua
enchendo campos e ruas;
debruçada na querência,
mostrando toda a imponência
da minha raça charrua.

Sou a beleza morena,
o encanto da açucena,
que resplandece com graça;
eu sou o tempo que passa,
deixando marcas na gente!
Fui passado, sou presente,
orgulho de uma raça
heróica pura e valente,
levando por onde passa
essa luz incandescente.

Sou a cultura gaúcha,
prenda simples que não luxa;
honro a minha descendência.
Meu amor pela querência
transborda em versos ternura;
meiguice, encanto e doçura
semeio em minha existência,
mantenho a firme consciência
de elevar a cultura.

Eu sou a prenda lindaça,
levando por onde passa
todo o encanto do SUL;
sou terra, sol, céu azul,
sou a lira camponesa
mostrando toda a beleza
do meu Rio Grande do Sul!


Jurema chaves

............................................................................
  Autor: Jurema Chaves
Poesia enviada Por: Jurema Chaves - São Leopoldo / RS
  Observações:

Poesia do Livro "Ciranda de Versos", da autora.


 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
15/10/2009 16:38:01 rayssa gauchinha - barra do ribeiro / RS - Brasil
Adoreiiiiii... vou declamar ela, até o fim do ano. Parabéénss!
Sítio: rs
15/10/2009 16:35:30 julia - esteio / RS - Brasil
Muito boa essa poesia... já ganhei vários troféus com ela. Parabéns, Jurema Chaves!!!
Sítio: rs
Untitled Document