Usuário:
 
  Senha:
 
 

Os Filhos do Rio Grande:
Cheiro do Rio Grande,
de Darci Lopes

 

22/05/2008 18:19:54
TRADIÇÃO
............................................................................

Jurema chaves

 

A pampa calma dormia.

E eu, que a admirava...

A leve brisa soprava

Brincando com vagalumes,

Que faziam, por costume,

Num apaga, esconde-esconde,

Sussurros... não sei de onde;

Se era a lua com ciúme.

 

Ciúme da Estrela d’Alva,

Que se espelhava nas águas

Do trovador cujas mágoas

Desabafava no pinho;

A dor de viver sozinho,

Rodeado pela beleza,

No trono da natureza

Cantando igual passarinho.

 

Pássaros, vozes da mata,

Numa orquestra tão perfeita,

Que o alvorecer enfeita,

São razões deu amar tanto

A vida simples do campo,

Onde volto a ser criança,

Cada dia é uma esperança,

Cada saudade é um canto!

 

Canto pleno de ternura,

Cheirando terra molhada;

E na campina orvalhada

Galopa a minha ilusão,

Repontando a emoção,

Pisando o solo gaúcho,

Povo altaneiro, sem luxo,

Que cultiva a tradição!

 

Tradição – alma de um povo!

Avante, nossa cultura!

As nossas raízes puras

Jamais se apagarão;

O nosso fogo de chão,

Chaleira preta e cambona,

O trovador e a cordeona,

E as rodas de chimarrão!

 

Chimarrão – seiva nativa -,

Tu és hospitalidade,

Companheiro da saudade,

Amigo da solidão;

Quando pousas em minha mão

Pareces falar comigo,

Como a entender o que digo

Consolas meu coração.

 

Coração que não esquece

A prenda que foi embora,

Levando naquela hora

O meu cantar de alegria...

E quando amanhece o dia,

Ainda estou acordado

Ao violão abraçado,

Pra afastar a nostalgia.

 

É nostalgia, é beleza,

Do sol que vai se sumindo...

A noite o pampa cobrindo

Num poncho todo bordado;

E o pago dorme embalado,

Aos murmúrios de cascata;

A lua abraçando a mata,

Este é o Rio Grande Sagrado!

............................................................................
  Autor: Jurema Chaves
Poesia enviada Por: Rafaela Marques Teixeira - Brasília / DF
  Observações: Poesia do Livro "Encantos do Sul", da autora. Obs.: poesia para ser declamada por piazotes.

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
06/08/2008 22:14:25 Louise Bianca Radtke - Itapema / SC - Brasil
Olá, Jurema! Eu participo, aqui em Itapema, da Invernada Artística Tropeiros do Litoral, e nós temos um Rodeio em Palhoça, agora em agosto. Eu precisava de uma poesia juvenil que fosse curta e bonita, pois tenho que declamá-la agora... preciso muito da sua ajuda... espero que possa me ajudar... Agradeço previamente e parabéns pelas poesias... são realmente lindas... Obrigado!
Sítio: *****
Untitled Document