Usuário:
 
  Senha:
 
 

Os Bertussi:
Balanço do Bugio

 

06/08/2008 23:27:15
PAI
............................................................................

Maria Beatriz Magalhães dos Santos
 
Pai...
Hoje eu te trouxe
Pra dentro dos meus versos
Pra te falar do meu amor guardado;
Vou caminhar contigo lado a lado,
Voltar, um pouco, no tempo é preciso.
Me dá tua mão – ainda sou criança!
Faz renascer em mim a esperança;
Clareia a estrada com o teu sorriso.
 
Pai...
Trilhamos juntos por um só caminho,
Tu apartavas todos os espinhos
Da estrada longa por onde cruzei;
Fazias ponte unindo as minhas ruas,
Nas rondas noturnas tu fostes minha lua
Pra que eu chegasse, aqui, onde cheguei.
 
Pai...
Vencemos muitas batalhas
No faz-de-conta dos sonhos;
Fomos na vida parceiros,
Fostes gigante e guerreiro!
Ginete que enfrenava
Os fantasmas dos meus medos.
A realidade vestias
Com pilchas de fantasia,
Pra que os tirões desta vida
Ficassem, sempre, em segredo.
 
Pai...
Arranchado num silêncio manso;
Às vezes, eu te via calado,
Sério, sombrio, preocupado,
Embrenhado em pensamentos,
Que hoje eu costumo ter;
Era a dura realidade
Que os pais, em sua bondade,
Nos poupam de conhecer.
 
Pai...
Com ternura e com carinho
Embalavas o meu destino,
E aos poucos me entregavas
As chaves de mil caminhos;
E o mundo foi apeando
Na palma da minha mão.
Esse amor tão infinito,
Que até pra passar um pito
Trazias pra nossa prosa
As manhas do coração.
 
Pai...
Remexi os meus peçuelos,
Recolhi sonhos perdidos
Que há tempo andam sumidos...
Juntei antigos recuerdos,
Que insistem em ficar dispersos.
Nesta tarde de agosto, gris e fria,
Pra te envolver com minha poesia
Hoje eu te trouxe,
Pra dentro dos meus versos...
............................................................................
  Autor: Maria Beatriz Magalhães dos Santos
Poesia enviada Por: Maria Beatriz Magalhães dos Santos - Brasília / DF
  Observações:

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
12/06/2010 14:18:20 ana - cascavel / PR - Brasil
Mtttttttttt mara essa poesia.
Sítio: *****
07/09/2008 20:59:23 edison luis suita - rio grande / RS - Brasil
Que espetáculo! Que maravilha! Isso me faz viver mais alguns anos. Pena que me deixa sem vontade de fazer minhas poesias; me sinto sem qualidade diande de tanta BELEZA ESCRITA!
Sítio: *****
07/08/2008 22:00:57 Geraldo - Brasilia / DF - Brasil
Quem conhece as tuas lindas poesias e não te conhece não tem idéia da Beleza da autora. Sou feliz por ter te conhecido!
Sítio: *****
07/08/2008 11:33:05 bruno - jaguarão / RS - Brasil
Muito bonitas essas poesias. Isso quer diser que ainda temos sangue gaúcho no nosso Rio Grande!
Sítio: castelo banco
Untitled Document