Usuário:
 
  Senha:
 
 

Jayme Caetano Braun:
Galpão Nativo

 

10/09/2008 19:58:00
MEU LAÇO
............................................................................
Meu laço é feito de piola,
um barbante enrodilhado,
mas tem rodilhas que alcançam
toda a sala, lado a lado.

Quando estiro o meu laço,
o pai fica tão faceiro
e grita: mas oh guri
que vai ser um bom campeiro!

E eu sou bom laçador,
pois sou gaúcho de fato;
já lacei duas cadeiras
e dei um pealo no meu gato!
............................................................................
  Autor: Dimas Costa
Poesia enviada Por: José Itajaú Oleques Teixeira - Guará / DF
  Observações: Poesia para piazito, atendendo ao pedido das visitantes Taís, de Canoas, e Ângela, de Portão-RS...

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
13/09/2013 12:58:22 Kaue skrebsky nunes - São Borja / RS - Brasil
Eu declamo essa poesia.
Sítio: *****
Untitled Document