Usuário:
 
  Senha:
 
 

Grupo Minuano:
Vamo rapaziada

 

31/12/2005 23:09:19
DOS RETALHOS DE UM MUNDO COR-DE-ROSA
............................................................................

Quando ouço alguém dizer
que o mundo está chegando ao fim,
uma lágrima escapa de meus olhos e cai no chão.
Mas de cada pedacinho dela
nasce outra estrelinha em forma  de coração!

Só eu sei o quanto é difícil
explicar pra gente grande
tudo o que se passa nos meus olhos!

Só eu sei o que já sonhei
e por ser sonho, há de se realizar!
Só eu sei os brinquedos que inventei...
... Os caminhos pelos quais passei pra chegar aqui.
O mundo mágico que inventei,
sem que quase ninguém tivesse se dado conta
da minha invenção!...

Há quem pense que a minha vida
esteja resumida
numa bonequinha de pano cor-de-rosa...
Até pode ser!
Mas ela tem os pés no chão...
É ela que faz os meus dias azuis de sol
e, minha alma essência de  flor,
com raízes profundas no solo do tempo!...

Mas então qual a razão
da velha interrogação
que já criou rugas no espelho?
De que jeito expressar
todo amor pelo meu chão?...
Talvez... talvez (não gosto muito dessa palavra),
acho que fui eu que inventei esse verbo
"talvessiar" - tentar cruzar o rio da vida
num barquinho que não tem direção...
... Que não tem coração.
Que não leva  a lugar algum...

Prefiro pôr um vestido de chita,
uma flor no cabelo!...
... E pôr o selim no meu sonhar petiço
e partir rumo ao sem fim, em busca do ideal-mor...
... Do meu príncípe azul de estrela d'alva  no ombro!...

Aí, os meus olhos voam...
Parecem pequenos colibris em forma de luz!
E, enquanto vôo percebo que no campo
e, além dele, há pétalas de flores
caindo, partindo ao vento, pra dar lugar
a outras essências que virão depois!...

Fica apenas a imagem refletida
na menina de meus olhos,
perplexa, diante um tempo velho
que não tem mais tempo
de ouvir seu próprio silêncio,
de parar e me escutar
que eu também tenho histórias pra contar...
O meu bisavô e a mãe da minha avó
me contaram cada uma!
- Quase sem usar palavras.

Ou alguém ouviu uma estrela falar?
Cada estrela tem seu brilho, seu jeito
de fazer-se canto, canção de ninar...
De se deixar revelar...
Algumas amam tanto esse chão que,
de vez enquanto, descem a escadinha azul
do céu, pra me contar de seu tempo!...

Só espero, que um dia,
os homens grandes
encontrem um tempinho de olhar uma estrela
e, lembrar de mim...
Afinal de contas: nas pequenas coisas
está a essência de tudo...
Quando esse dia chegar
e alguém olhar uma estrela,
quem sabe todos cheguem a conclusão
que eu cheguei:
- O mundo dos meus sonhos está longe...
... Muito longe do fim!

............................................................................
  Autor: Júlio Cesar Paim
Poesia enviada Por: Ju Zampieri - Pontal do Paraná / PR
  Observações:

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
04/03/2015 16:29:26 keti miranda - Passo Fundo / RS - Brasil
Poesia q explica tudo sobre a infância
Sítio: *****
17/08/2014 15:01:26 dayara paola bernstein - gaurama / RS - Brasil
Muito linda! Declamei-a no concurso regional e conquistei o 3 lugar!!! dayara_bernstein@outlook.com
Sítio: http://http://www.bombachalarga.org/ver_poesia.php?id=28
20/05/2012 22:19:13 Marília - Santa Maria / RS - Brasil
Eu declamo esta poesia e me espelhei para começar a declamá-la na Primeira Prenda Regional gestão 2011-2012. É uma poesia muito bonita e me orgulho de declamá-la.
Sítio: http://bombachalarga.org.com
14/04/2012 17:39:59 bretiele - horizontina-20ªrt / RS - Brasil
É linda, mesmo! Vou declamá-la.
Sítio: *****
09/04/2012 10:12:24 camila - garibaldi / RS - Brasil
Vou declamar esta poesia, para um concurso regional. Ela é linda, como é a minha história.
Sítio: *****
31/05/2011 10:19:46 Valéria de Vargas - Novo Hamburgo / RS - Brasil
Muito linda esta poesia. Amei! Vou decorar, para declamá-la no meu CTG.
Sítio: *****
Untitled Document