Usuário:
 
  Senha:
 
 

Baitaca:
A evolução me entristece, de Baitaca

 

17/02/2009 19:07:02
NA QUERÊNCIA DA EMOÇÃO
............................................................................

Eu tenho

molduras nos olhos,

para enquadrar as distâncias

das andanças nas coxilhas.

 

Eu tenho

a templa caudilha

e a velha gesta altaneira

repinicando nas veias.

 

Eu tenho

a fibra guerreira

e a nostálgica tristeza

das mulheres pampeanas.

 

Eu tenho

o cheiro da terra

aquerenciado na alma

e uma vertente de versos

guardados no pensamento.

 

Se a palavra me faltar,

pra expressar tais sentimentos,

hei de buscar, por alento,

a inspiração das ausências

contidas no meu cantar!

 

Vou dar rédeas às minhas ânsias!

 

E pra exaltar a querência

vou reascender a esperança

que nasce junto dos sonhos,

quando a saudade avoenga

desencilha as rimas soltas

- dessa ternura louca -

entropilhadas no olhar!

............................................................................
  Autor: Egiselda Charão
Poesia enviada Por: Egiselda Charão - Porto Alegre / RS
  Observações: A poesia recebeu as seguintes premiações: - Prêmio FEUC de Literatura, da Faculdade de Letras, Campo Grande-RJ; - 7º Prêmio Missões, de Roque Gonzales-RS; - Publicação em Rondônia.

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
Untitled Document