Usuário:
 
  Senha:
 
 

Marcello Caminha:
Venâncio Acolhe o Rio Grande, Música-tema do Acendimento da Chama Crioula 2012, letra de Libório Wilges e melodia de Marcello Caminha e grupo, com a participação de Décio Portaluppi

 

13/04/2006 11:27:34
QUANDO A ALMA ENCILHA UM VERSO
............................................................................

Andei por tantos lugares nos labirintos da vida,
campeando estrada, distância, rumo, raiz e razão...
... juntei amigos, amores, silêncios
e cicatrizes aos amargos
madrugueiros que me adoçam auroras
e abandonei as esporas, nalgum canto do galpão.

Hoje o pingo que monto é o puro sentimento
é palavra em movimento
num verso que a alma encilha,
levando várzea, coxilha, arroio, sanga, açude
ou talvez a lida rude que se estende na invernada,
numa tropa encordoada...
... sobre a folha de papel.

O verso que a alma encilha vai preenchendo vazios,
corre ao compasso de rio, com silencia de vertentes,
fala de amores ausentes, de sonhos e desenganos,
da historia e de momentos que a memória não apaga,
assim segue sua saga,
pela paisagem sulina inundando tantas retinas...
...cacimbas dos sentimentos.

No verso que a alma encilha,
corcoveia um redomão
é o bater do coração de quem gineteia a "pena"
quando a ilusão pavena peala de toda a trança
no potreiro das lembranças...
... uma saudade morena.

Sei que este verso me leva onde jamais chegarei,
e o sonho que sonhei, ganhou vida no papel,
descrevendo terra, céu, a noite e a lua sinuela
ou talvez tropas de estrelas na imensidão do universo,
quando a alma encilha um verso,
o sonho sai campo à fora e vai além das porteiras.

E quando eu alçar a perna pra estância do infinito,
este verso, tal qual o grito de um guerreiro legendário,
ecoará pelas coxilhas e mesmo na minha ausência,
será a voz da querência, falando de amor à terra,
cruzadas de paz e guerra, saudades e solidão...
... porque o verso é uma semente
irrigada pela vertente onde flui a inspiração.

O verso que a alma encilha
é campo, estrada e lida, é alivio pras feridas,
é peleia por melhor sorte,
o verso que a alma encilha
é chegada, é partida, é a apologia à vida...
... que vai transcender a morte!!!

............................................................................
  Autor: Élson Lemos
Poesia enviada Por: José Itajaú Oleques Teixeira - Natal / RN
  Observações: Contribuição de Lauro Teodoro, de Caxias do Sul-RS, ao Grupo confrariadedeclamadores@yahoogrupos.com.br.

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
20/02/2009 08:54:42 ADAUTO MASTELLA BASSO - CRUZ ALTA /RS / RS - Brasil
Navegando. deparei com este Site e tomei a liberdade em enviar um e-mail. Sou gauchão com raízes e tradições, participante ativo do Tradicionalismo de minha cidade; participante de cavalgadas, tertúlias, etc... Fui, por 40 anos, Radialista, com um Programa Tradicionalista. Mas, em virtude de uma traquesteomia, Deus tirou-me a voz; já não é mais a voz que nao usava microfone. Mas continuo gaúcho, por amor e raça! Parabéns, mesmo! AMO ESTE NOSSO TORRAO!!!
Sítio: *****
Untitled Document