Usuário:
 
  Senha:
 
 

Baitaca:
A evolução me entristece, de Baitaca

 

07/03/2009 09:03:59
PALAVRA DO POETA
............................................................................

QUEM MOSTRA A FORÇA DO VENTO,

ESSA INVISÍVEL SURPRESA,

A QUEDA DAS CACHOEIRAS

E OS RIOS DE CORRENTEZA...

VEM DA BRAVURA DO MAR

AS ONDAS BEIJANDO A PRAIA;

ENTRE A MATA NOS BARRANCOS,

O VERDE DA SAMAMBAIA.

 

O DOM, QUE SURGE NA MENTE,

NA CANETA SE COMPLETA;

E O POVO APLAUDE DE PÉ

A PALAVRA DO POETA.

 

DA UMIDADE E DO CALOR

VEM O PASTO VERDEJANTE;

A CHUVA RENOVA A HORTA

DO AGRICULTOR FEIRANTE;

DO GADO, NA SESMARIA,

VEM LUCRO PRO FAZENDEIRO;

VEM DA SAÚDE E DA LIDA

O SUSTENTO DO CAMPEIRO.

 

(REFRÃO)

 

À NOITE SURGEM ESTRELAS

E A LUA TODA PRATEADA;

ANTES QUE O SOL APAREÇA,

O CANTO DA PASSARADA;

O QUERO-QUERO, GRITANDO,

ECOA LÁ NA COXILHA;

VEM DO CAVALO CRIOULO

A BELEZA DA TROPILHA.

 

(REFRÃO)

 

QUEM MOSTRA A VIDA DO CAMPO

E OS COSTUMES DE UMA RAÇA,

FLUTUA NA INSPIRAÇÃO;

E O QUE ESCREVE NÃO PASSA,

COM O TEMPO A VIDA VAI,

MAS PERMANECEM VALORES

PRAS FUTURAS GERAÇÕES,

NA VOZ DE NOVOS CANTORES.

............................................................................
  Autor: VANOCI MARQUES
Poesia enviada Por: José Vanoci Alvarez Marques (Vanoci Marques) - Camaquã / RS
  Observações: Aos Grupos Musicais e artistas gaúchos interessados em gravar esta composição poética, o autor solicita que lhe enviem um chasque para o correio eletrônico vanocimarques2009@hotmail.com

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
Untitled Document