Usuário:
 
  Senha:
 
 

Leopoldo Rassier:
Pilchas, de Luiz Coronel e Airton Pimentel

 

12/08/2009 00:53:18
CARRETEANDO O PENSAMENTO
............................................................................

 

 

SENTADO, À BEIRA DO FOGO,
FICO HORAS RELEMBRANDO,
MEUS PENSAMENTOS VOANDO,
ENQUANTO O TEMPO PASSAVA;
ATENTO, EU ESCUTAVA 
LENDAS DO PAMPA INTEIRO,
HISTÓRIAS DE CARRETEIRO
QUE O VELHO MEU PAI CONTAVA.
 
QUANTAS VEZES MATEEI SOLITO
NA TUA SOMBRA, CARRETA,
LEMBRANDO DO PIÁ CAPETA
QUE JÁ FUI, HÁ MUITOS ANOS;
ALGUNS MOMENTOS TIRANOS,
ÀS VEZES, É BOM LEMBRAR;
FICAVA SEMPRE A APRECIAR 
ESSE TEU JEITO ARAGANO.
 
QUANTA ALEGRIA ME DESTES, 
VELHO TRASTE DE VALOR;
HOJE SÓ ME RESTA A DOR,
TRISTEZA, MÁGOA E AFLIÇÃO,
QUE ME APERTA O CORAÇÃO;
MINHA VIDA ESTÁ TERMINADA,
POR TE VER ABANDONADA
LÁ NO FUNDO DE UM GALPÃO.
 
CADA VEZ QUE CHEGO PERTO,
FICO OLHANDO TEU ASOALHO,
TEU RODADO, O CABEÇALHO,
VELHA CARRETA ANDADEIRA;
TODA FEITA DE MADEIRA,
PRA LEVAR MERCADORIA,
RODANDO NOITE E DIA,
ATRAVESSANDO FRONTEIRA.
 
FICO LEMBRANDO TEU DONO,
QUE HÁ MUITO TEMPO SE FOI;
ME LEMBRO, TAMBÉM, DOS BOIS,
QUE A TI TE CONDUZIA;
E QUANDO O VELHO TOSSIA,
FICAVAM TROCANDO ORELHA;
ELE CHAMAVA A PARELHA 
DE FUMAÇA E VENTANIA.
 
QUASE NADA HOJE EXISTE
DESTA HISTÓRIA QUE RELATO,
SOMENTE LENDAS E FATOS
DO VELHO QUE JÁ MORREU;
E MUITO ELE SOFREU,
NA SUA LONGA JORNADA.
HOJE, SÓ RESTA A ESTRADA, 
O TEMPO, A CARRETA E EU.
 
E CADA HORA QUE PASSA
CARRETEIO O PENSAMENTO,
LEMBRO DE CADA MOMENTO
QUE ME CONFUNDE A MEMÓRIA,
QUE SÃO PÁGINAS DE GLÓRIA
QUE ME DEIXAM MUITO TRISTE; 
DA CARRETA SÓ EXISTE
AGORA UMA LONGA HISTÓRIA.
 
ESTA HISTÓRIA NATIVISTA
VOU LEVAR COMO LEMBRANÇA,
QUE ME SOBROU COMO HERANÇA
DESTE SOLO MISSIONEIRO;
E ESTE PAMPA INTEIRO,
QUE ME DEU A LIBERDADE,
E A GRANDE FELICIDADE
POR TER SIDO CARRETEIRO.
 
E QUANDO EU FOR CHAMADO
PRA ESTÂNCIA GRANDE DO CÉU,
PRA ENGRAXAR ALGUM SOVÉU
OU PRA MANUNCIAR BAGUAL,
QUERO QUE ESTE RITUAL
ME AMADRINHE DE PALETA;
FAÇAM DA PRÓPRIA CARRETA
TODO O MEU FUNERAL.
 
MINHA COROA: TEU RODADO;
MINHA CRUZ: TEU CABEÇALHO;
MEU CAIXÃO DO TEU ASOALHO,
AMARRADO COM SOVÉU;
NA CRUZ PENDUREM O CHAPÉU
E O RESTO DOS MEUS APEROS;
QUERO SER O CARRETEIRO
DO PATRÃO VELHO DO CÉU!
............................................................................
  Autor: Cidinei Mello
Poesia enviada Por: Cidinei Mello - Porto Alegre / RS
  Observações: Natural de Itaqui-RS, o autor reside há 11 anos na Capital de Todos os Gaúchos Brasileiros: Porto Alegre.

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
19/03/2012 21:09:17 cidinei ramires de mello - SAPUCAIA DO SUL / RS - Brasil
Agradeço a todos pelas palavras de carinho. Abraço!
Sítio: *****
22/11/2009 11:58:34 Erom (El Potrillo)/ CTG PIALO DA SAUDADE - Gravataí / RS - Brasil
Parabéns Cidi, pela autenticidade e pelo sentimentalismo que expressas nos teus versos. Com certeza, o Pialo do Verso Xucro, de ontem, esteve engalanado com tua presença. ero1000ton@bol.com.br
Sítio: *****
14/11/2009 14:37:57 Jesus N.P.Pereira - Gravatai,RS / RS - Brasil
Muito me orgulho desse conterrâneo e amigo Poeta CID MELLO, parceiro sempre que vou à alguma Entidade. Não perco a oportunidade de divulgar esta tua Obra Prima. Tu és uma referência do nosso ITAQUI, aqui na Capital. Sigas em frente, meu amigaço. E um grande abraço!
Sítio: *****
02/09/2009 17:01:26 Amanda - Sapucaiaa / RS - Brasil
Muitoo liindo esse poema! Eu tenho muito orgulho de chamar esse homem de pai, que tanto amo! ♥ Te amoo, pai!
Sítio: *****
24/08/2009 15:24:57 wande - porto alegre / RS - Brasil
Quando dizemos em versos, descrevendo os tipos de histórias, lendas e costumes da nossa região, deixamos um pouco do saber de cada um rimado em tom poético; e quando se encontram amigos, em roda de um fogo de chão, sempre sai uma poesia para relatar fatos e histórias de um Rio Grande do Sul querido por tds os cantos deste país! Parabéns, Cidinei, pelos versos!
Sítio: *****
22/08/2009 23:09:51 nara cilene mello - itaqui / RS - Brasil
Q poesia linda!!!! Um gaúcho de muita consciência de nossos valores, pra fazer uma obra dessas! Parabéns! Merece aplausos!
Sítio: *****
22/08/2009 22:44:01 luciene mello - caxias do sul / RS - Brasil
Muito linda a poesia... Meu pai tem um dom muito bonito de se carregar ...Dezejo-lho muito sucessoooooo... POESIA DE TIRAR O CHAPÉU..PARABÉNS
Sítio: *****
20/08/2009 09:55:51 Deroci Freitas de Moraes - Santa Maria / RS - Brasil
Meus parabéns, parceiro. Quem carreteou no passado, com certeza sentirá a mesma emoção que senti, ao ler tua poesia. Me vi guri de novo, acompanhando uma carreta, e lembrei até da baba dos bois.
Sítio: *****
Untitled Document