Usuário:
 
  Senha:
 
 

Os Mirins:
Respeito ao Gaúcho, de Francisco Castilhos e Albino Manique

 

31/08/2009 10:32:19
TERMINOU A CARNE PAI
............................................................................

 

 

O velho, a china e o piá,

num rancho beira-de-chão;

a miséria e a solidão

tinham invadido esse lar;

sem poder trabalhar,

as forças quase vencidas,

e, já no final da vida,

tendo um filho pra criar;

 

vivendo da caça e da pesca

o velho se envergonhava,

às vezes até chorava

uma dor que não lhe sai;

e pelo campo se vai,

para buscar alimento.

E o filho, no pensamento,

sempre a lhe dizer:

terminou a carne, pai!

 

Aquela voz do menino

levava sempre consigo;

e, sem merecer castigo,

na sorte sempre a confiar,

para junto dele ficar

até o final da sua vida;

queria ter força e comida,

para criar seu piá.

 

Um fazendeiro bondoso

deu-lhe um posto pra cuidar;

carne nunca vai faltar

nesse rancho abençoado.

- E, agora, tu já criado,

podes dar conta da lida.

Nunca faltará comida;

e diga ao patrão: obrigado!

 

- Muito obrigado, meu velho,

por teres me dado a vida;

junto a minha velha querida,

também quero agradecer.

Tudo o que fez vou fazer.

Peço licença ao Patrão:

que me estenda a mão

até a hora em que eu morrer.

 

E a velha, num banco baixo,

rememorando o passado,

vendo o piazito criado

espanta a dor que se vai;

e num pensamento cai,

relembrando com alegria:

- me lembro quando dizia

terminou a carne, PAI!

............................................................................
  Autor: Cidinei Mello
Poesia enviada Por: Cidinei Mello - Porto Alegre / RS
  Observações: Poesia feita pelo autor, a pedido do amigo Zeca Bigode, lá de sua Terra Natal: Itaqui-RS.

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
25/11/2009 13:41:23 Jesus N P Pereira-CTG Tropeiro dos Pampas. - Gravatai / RS - Brasil
BUENAS PARCEIRO...prepara esta para o próximo PIALO DO VERSO CHUCRO...e publica mais alguma obra tua pra nós. Um abrç. jnpereira0300@hotmail.com
Sítio: *****
02/09/2009 20:19:52 Ariele Mello - Mata / RS - Brasil
Eu adoro essa poesia... eu qria dizer q tnhu muitu orgulho do meu pai... te amooo... Ameiiii... Bjos!
Sítio: *****
02/09/2009 18:14:56 DENISE - santa clara do sul / RS - Brasil
SABE FAZER UMA POESIA, COLOCANDO CADA PALAVRA PRA RIMAR COM A OUTRA; É UMA ARTE. EXPRESSAR UM SENTIMENTO QUE EMOCIANA QUEM ESTÁ OUVINDO É UM DOM... PARABÉNS, PAI, POIS TU TENS ESSE DOM... BJS! TE AMO!
Sítio: *****
Untitled Document