Usuário:
 
  Senha:
 
 

Grupo Rodeio:
Sina de Andejo, de Régis Marques

 

26/09/2009 12:22:51
PIAZITO
............................................................................

 

 

Piazito criado guaxo,

sem nunca conhecer afagos,

vivia rolando por estes pagos.

A mãe morrera de parto,

num rancho quase tapera.

O pai... o pai jamais o quisera.

 

Parentes nunca conheceu;

e entre estranhos cresceu.

Aos dez anos de idade

já era peão de estância;

dos homens...

dos homens conhecerá a ganância.

 

Bombacha velha, rasgada,

que ganhava da peonada,

pés no chão; dormia no galpão,

com ódio no coração.

A vida lhe negará tudo;

o tempo nada mudou.

Então, o piá de recados

um taura moço ficou.

 

Certo dia, aborrecido

com a vida que levava,

andou tomando uns tragos a mais...

a mais do que sempre tomava.

E no bolicho do Adão:

tava grossa, dircussão.

 

De repente...

de repente fechou a pauleira.

Bah! Voava mesa, banco, cadeira;

saiu tiro e facada;

e o taura, moço e valente,

lutou com a peonada.

 

No outro dia o acharam,

quase morto o infeliz,

que não morreu por um triz.

No hospital da cidade,

uma semana delirando;

então, foi com a morte

que o taura ficou peleando.

 

Com uma facada nas costas

e com uma perna quebrada,

que lhe falou o doutor

tinha que ser amputada.

A enfermeira que o cuidava,

de tristeza até chorou;

e pelo taura...

pelo taura se apaixonou.

 

Da enfermeira apaixonada

o primeiro presente ele ganhou:

foi um par de muletas,

que de imediato recusou.

Pois, na sua rude imaginação,

era muita humilhação;

andar, assim, amparado

é o mesmo que andar amarrado.

 

Voltou ao rancho tapera,

que um dia lhe viu nascer;

lá ele queria morrer,

e lá está enterrado

o pobre taura desgraçado!

............................................................................
  Autor: Tania Santos
Poesia enviada Por: Tania Santos - Pelotas / RS
  Observações:

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
12/06/2010 11:14:20 Aline Moraes Renovato - Ponta Porã / MS - Brasil
Adooreei! Muiito lindaa *-*
Sítio: *****
30/10/2009 11:12:06 jéssica crisanto alves - ponta do paraná / PR - Brasil
Adorei tudo que vi: dança, roupa e poesia. Parabéns!
Sítio: *****
Untitled Document