Usuário:
 
  Senha:
 
 

Cassiano Mendes:
Alma de Gaúcho

 

27/10/2009 21:41:03
GAÚCHO
............................................................................

 

Teu olhar entristecido,

perdido na invernada,

faz sangrar o talho da minha alma.

Queria ter o dom

pra me refazer a laço e espora,

pra ser mais do que hoje eu sou,

pra ser o sonho que o teu ser sonhou.

 

Beijo teu beijo,

que tem o amargo do mate,

e me perco em tuas melenas,

sem a pretensão de fugir;

sou presa fácil, sem peleia,

esperando sem alarde.

 

Me espalho no vento,

com a fumaça da lenha que arde...

queimando, junto, meu desatino;

eu busco teu peito abrigo,

pra me fazer Taco, o que foi covarde;

pra me fazer teu servo,

teu vinho, o teu pão;

me faço querer, tua ilusão.

 

Desprendo meu medo da soga,

derramo o orgulho no chão;

já não sou do passado,

lembranças nem ilusão;

sou teu eu, teu querer,

refazendo na minha dor

os caminhos do teu coração!

............................................................................
  Autor: Andrea Rodrigues
Poesia enviada Por: Andrea Quinto - Santo André / SP
  Observações:
São versos simples, porém inspirados na paisagem e gente tão especial, com seus gestos, cantos e cultura inconfundíveis. 
Palavras de uma paulistana, para os campos verdecitos do Rio Grande! Saludos!!

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
Untitled Document