Usuário:
 
  Senha:
 
 

Os Bertussi:
O Tropeiro

 

08/06/2010 09:58:09
PRENDA SERRANA
............................................................................

 

 

Já se cantou liberdade,
cantou-se a saga pampeana,
eu vim para cantar belezas
da linda prenda serrana.
A Serra é jardim que guarda
mulheres de mil repontes:
loirinhas como as manhãs,
morenas da cor dos montes.

Sou prenda-flor,
senso e fervor,
réstias de amor
que o sol conduz.
Eu sou trabalho,
gotas de orvalho;
lá no meu rancho
eu sou a luz!

A prenda serrana é simples,
com seu jeito natural,
mas só capaz de amar
um peão que tenha ideal.
Se a flor de vitória-régia
tem porte de sobremesa,
ninguém possui mais beleza
do que a nossa flor serrana.

Nos olhos tenho alvoradas,
em tons de flores silvestres;
sou irmã das madressilvas,
que florescem nos campestres,
embalando a natureza;
cantando lindas canções...
vestido longo, de chita:
Rainha das Tradições!

 

............................................................................
  Autor: Salvador Ferrando Lamberty
Poesia enviada Por: Bombacha Larga - Brasília / DF
  Observações:

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
Untitled Document