Usuário:
 
  Senha:
 
 

Vilson Schmitt:
Tradicionalismo Moderno

 

01/10/2010 12:03:01
JOGO INSANO
............................................................................

 

 

Política, jogo insano,
jogado por muitos contra poucos:
regras gatunas,
prêmios fortunas,
inoportuna demência,
cruel indecência,
proibido a que tem conciência.

A ciência do jogo
encontra-se no logro:
rouba-se dos pobres
e até dos ricos;
curioso eu fico
e furioso, também.

Por que ainda se dá os parabéns
ao vencedor de codinome ladrão,
elegendo-o de novo,
pelo mandante, o povo,
na próxima eleição?

Jogo de lixo e escória,
que através da História
teima em sobreviver;
por vezes, se tenta conter
esta ilícita jogatina.
Porém, as aves de rapina
disfarçam-se de Homens,
e estão, sempre, de plantão;
e a carne magra do pobre
é sua principal refeição.

O que dizer deste jogo profano,
de regras combinadas,
se ao final do carteado
sempre se perde a parada?
E o povo jogador, "voluntário",
insiste na esperança fútil
de um relés otário?

Ao jogador marcado
o premiado: o numerário.
Na há regra contrária,
pois é o guardião de todo o erário.
E quem pensa o contrário
jazz sem vida, pelo sistema viário.

Que maldito este jogo inventado,
controlado e guardado
por cegos, surdos e mudos!
Os personagens da guarda?
A amarga população;
com razão sem opção,
atônita e sem ação!

............................................................................
  Autor: Gilmar Espindola
Poesia enviada Por: Gilmar Espindola - Viamão / RS
  Observações:

Obs. do BL: poesia sem conteúdo diretamente relacionado à Tradição Gaúcha do Rio Grande do Sul, mas publicada em razão de serem esses políticos corruptos os principiais responsáveis pela "venda" das autênticas Tradições Regionais dos Gaúchos Campeiros do Pampa Sul-rio-grandense, por meio das "suas" Associações em nada Tradicionalistas e seus Centros de Tradições em nada Gaúchas Sul-brasileiras; por serem esses também os ladrões da autenticidade desse Patrimônio Sociológico-tradicional do Estado e do Povo do Rio Grande do Sul, de propriedade do Brasil e de todo o Povo Brasileiro!


 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
Untitled Document