Usuário:
 
  Senha:
 
 

Grupo Candeeiro:
Marca do Pago, de
João Pantaleão Gonçalves
e Pedro Neves

 

05/02/2011 00:37:40
LAÇO
............................................................................

 

 

Laço velho companheiro
das minhas lidas eternas,
meu braço que te governa
até acharmos o jeito
pra uma armada de respeito,
sem pegar mão, cola ou perna,

às vezes te entreveras
no terreiro "co’as" crianças,
te sustentando nas tranças
dum galho de cinamomo,
onde o piá pega no sono,
quando em ti se balança.

Enrodilhado te guardo
ou te apresilho nos tentos,
onde aguardas o momento
pra ser usado na lida,
ou, então, ir pr'a avenida
no Dia Vinte de Setembro!

............................................................................
  Autor: Deroci Freitas de Moraes
Poesia enviada Por: Deroci Freitas de Moraes - Santa Maria / RS
  Observações:
Visitem meu Blog http://lafora.arteblog.com/. O autor.

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
Untitled Document