Usuário:
 
  Senha:
 
 

Manoel Camaquã:
Hino Tradicionalista, de Barbosa Lessa

 

15/03/2011 16:16:29
MAGIA DO CAMPO
............................................................................

 

 

VOU CONSTRUIR O MEU RANCHO
BEM PERTO DA RIBANCEIRA,
PARA ESCUTAR A CACHOEIRA,
LÁ DE CIMA, DESPENCANDO;
LEVANTAR DE MADRUGADA,
TER A VIDA QUE EU QUERIA,
E OUVIR, AO ROMPER DO DIA,
OS PASSARINHOS CANTANDO.

QUANDO CHEGA A PRIMAVERA
O CAMPO REBENTA EM FLOR
E APARECE O BEIJA-FLOR,
PASSEANDO SOBRE O JARDIM;
O QUERO-QUERO GRITANDO
E AS NOITES DE PIRILAMPOS,
COM A MAGIA DO CAMPO,
É UM TESOURO PRA MIM.

NO TERREIRO O CUSCO AMIGO,
O MAIS FIEL COMPANHEIRO;
TENHO UIM CAVALO LIGEIRO,
PRA RECORRER A INVERNADA.
À TARDE, QUANDO RETORNO,
VEM ELA COM O MATE QUENTE,
TODA ALEGRE E SORRIDENTE,
A MINHA PATROA AMADA.

OUVE-SE TODA À TARDINHA,
QUANDO O SOL VAI RETIRANDO,
VÁRIOS BUGIOS RONCANDO,
NUM SOM DE PURA BELEZA.
NÃO VOLTO MAIS PRA CIDADE;
ALÉM DESSE AR MAIS PURO
TEM LUZ, NÃO É MAIS ESCURO,
E EU RESPIRO A NATUREZA!

............................................................................
  Autor: Vanoci Marques
Poesia enviada Por: José Vanoci Alvarez Marques - Camaquã / RS
  Observações:

Aos grupos musicais e artistas gaúchos interessados em gravar a composição poética, o autor solicita-lhes que enviem um chasque para o correio eletrônico vanocimarques@yahoo.com.br


 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
Untitled Document