Usuário:
 
  Senha:
 
 

Baitaca:
Ninguém é mais que ninguém, de Baitaca

 

18/10/2012 01:24:33
PRENDA PAMPEANA
............................................................................

 

 

Sou uma jovem prendinha
de um tempo já moderno;
e neste meu olhar terno
vislumbro outra gauchinha,
uma outra menininha
crescendo na liberdade,
que a sua pouca idade
da campanha desfrutou.
Mas a sua infância passou.
E logo a seguir a vejo,
crescida, dando um beijo
no peão com quem casou.

É dela este vestido,
dela é meu coração,
é dela esta Tradição
que trago sempre comigo.
A coragem frente ao perigo,
a decência, o recato,
são princípios que resgato,
com vontade quase insana,
da antepassada que irmana
meu gaúcho sentimento;
É assim que a represento,
eu sou a Prenda Pampeana!

............................................................................
  Autor: José Itajaú Oleques Teixeira
Poesia enviada Por: Bombacha Larga - Brasília / DF
  Observações:

A poesia publicada atendeu ao pedido da prenda Luana, de Cerro Grande-RS.


 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
04/02/2015 14:08:26 fernanda - buti-RS / PR - Brasil
eu quero apoesia a menina ea bruxina
Sítio: ribeiro
21/11/2013 23:58:14 luiza nunes - charqueadas / RS - Brasil
Gostaria de uma poesia tua pra menina mirim, que fosse bem criança de 7 anos.
Sítio: *****
Untitled Document