Usuário:
 
  Senha:
 
 

Walther Morais:
No Arremate do Dia

 

10/11/2006 23:46:38
ÁGUA FONTE DE VIDA DO UNIVERSO
............................................................................

Maria Beatriz Magalhães dos Santos

O Patrão Onipotente
Ao concluir sua jornada
Deu ao homem, como herança,
A mais bela invernada
Deu a sua criatura
O status de senhor
Pra reinar sobre esta terra,
Pra nunca pensar em guerra
Pra cultivar só o amor.

De quebra nos regalou
Com a água, de norte a sul,
Sabendo de sua importância
Fez jorrar em abundância
No lindo planeta azul

Por isso, no fim da tarde,
Na agonia do dia,
Sempre haverá uma fonte
Bem longe, detrás do monte, 
Cantando uma Ave-Maria.

A água que move o moinho
Mantendo a lida no campo
É a mesma que, quando benta,
Lava a alma em dia santo
E quando servida quente
Na cuia de chimarrão
Põe o homem frente a frente
Adoça a alma e a mente
E mantém viva a tradição.

Com o assovio do minuano
A natureza adormece
O gado detém o tranco
Tudo se pinta de branco
É a água que entorpece.

Ao chegar a primavera
Renascem todas as flôres
A água vira sereno,
O homem fica pequeno
Nesta magia de cores

A nuvem escura que chora
Faz florir o flamboyant
Faz germinar as sementes,
Põe magia nas manhãs.
O homem contempla o campo
Humilde tira o chapéu
Faz silencioso uma prece,
Ao Criador agradece
O presente vindo do céu.

No ventre grande da terra
A água detém o andar
Há uma promessa de vida,
Nessa reserva escondida
Se o homem necessitar.

Quando retorna para o alto
Forma nuvens de algodão
Enche de cor o firmamento
Em parceria com o vento
Desce em forma de canção.

A lágrima que inunda os olhos
Nas chegadas e partidas
É seiva pura da alma
É a água, fonte de vida!
É uma criança que nasce
É um amigo que se vai
É a mesma matéria prima,
É a vida que nos ensina
A sermos todos iguais!
............................................................................
  Autor: Maria Beatriz Magalhães dos Santos
Poesia enviada Por: Maria Beatriz Magalhães dos Santos - Brasília / DF
  Observações:

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
10/06/2013 11:49:20 geovana b m - lages / SC - Brasil
Muito bonita! Parece com alguém que eu conheço.
Sítio: *****
16/09/2009 19:51:17 fernanda - gouveandia / GO - Brasil
imaginativo de mais
Sítio: *****
23/07/2007 12:45:03 Blasco Miranda de Ourofino - Caldas novas / GO - Brasil
Estimada Beatriz Grata surpresa conhece-la como poeta.Entendo agora o porque de você tratar seus clientes com tanta ternura e educação. Minha jovem poetiza, deliciei-me com seus versos e tocou-me muito a Agua fonte de vida do Universo. Passados os 80, continuo ativamente em minhas lutas sociais seja no MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) e MPA (Movimento dos Pequenos Agricultores) coincidentemente os dois nascidos em seu mimoso e querido Rio Grande. Uma de minhas camiinhadas da vida é a luta pela preservação da água, esta dádiva da natureza que os assassçinos do agronegócio vão aos poucos destruindo criminosamente em suas nascentes, o mesmo que eliminar o naciturno no pós párto. Beatriz, muito obrigado pelos bons momentos proporcionado por suas lindas poesias. Um fraterno e carinhoso abraço do colega e amigo que muito lhe estima Blasco Miranda de Ourofino
Sítio: *****
Untitled Document