Usuário:
 
  Senha:
 
 

Vilson Schmitt:
Tradicionalismo Moderno

 

13/03/2007 22:16:40
NO ABRIGO DO TEU CORAÇÃO
............................................................................

Maria Beatriz Magalhães Santos

“As veces preciento que my alma está en sombras…
entonces me enclino, te beso y hay luz.
Y me salen lindas palabras mui tiernas,
Sonrio e me digo esto es el amor!”
 
Sou sentinela de um tempo
Que insiste em ficar pra trás
Mas volta e meia me encontro
Folhando em minhas memórias,
Páginas de uma velha história,
Dessas que a vida escreve
Ao longo de nossa existência
Sem nada nos perguntar.
 
De já hoje... foi assim
Deixei a porteira aberta
Da invernada da mente
E vi passarem as lembranças
Há muito tempo guardadas
Trote manso e compassado
Como a da marcha do gado
Em direção às aguadas
Na paz do entardecer.
 
E no rastro deixado pela estrada
Vão reacendendo nossa caminhada
Nossos primeiros passos em pago alheio
Com a alma ainda cativa dos arreios
Na mala... mil sonhos guardados
Alguns foram extraviados
Outros foram adormecidos
Na quietude dos cerrados.
 
E quando o dia bate em retirada
Na hora em que se diz que tudo finda
O vento moleque vem, ainda,
Brincar de trazer recados
Querendo encontrar respostas
Ainda dentro de nós.
 
E, então, minha alma inquieta,
Sedenta de sonhos, atropela a razão,
De um jeito sereno
Me falas das flores
Do árduo caminho
Que já percorremos
E das léguas de estrada
Que ainda virão.
 
É doce prosear contigo
Sem ter que apagar a luz
Tu domas toda a inquietude
Que a boca da noite traz
Maneias todos os meus medos
Me ensina sempre ser mais;
É a nossa existência inteira
Que está dentro dessa paz.
 
O teu franco sorriso
Sinuelo seguro
Que aponta o caminho
Do teu coração
Sossega minh’alma
E me dá a certeza
Que sempre teremos
As mesmas manhãs
 
Por isso nas preces que faço
Ao nosso grande Patrão
Eu peço que os filhos
Que um dia geramos
Que tenham herdado
Também a grandeza
Do teu coração.
 
É bom cavalgar no tempo
Na garupa dos recuerdos
Repassando a mesma estrada
Traçando rumos redondos
Que nos garantam a chegada 
Pra poder estradear contigo
Até o final da jornada.
 
Não lamentemos o tempo
Que foi ficando pra trás
É pra frente que se anda
E a estrada... a gente faz
Me perco nessas lembranças
Me encontro na madrugada
Ou no fim de tarde tristonho
Pra me perder no infinito
No universo dos teus sonhos.
 
“As veces preciento que my alma está en sombras...
entonces me enclino, te beso y hay luz!”
............................................................................
  Autor: Maria Beatriz Magalhães Santos
Poesia enviada Por: Maria Beatriz Magalhães Santos - Brasília / DF
  Observações:

 
Nome:
Cidade:
Estado:
País:
E-mail:
(O E-mail não é Publicado no Comentário)
Sítio:
Comentário:
   
 
18/03/2008 10:03:43 Beatriz Bitelbron Schlichting - Blumenau / SC - Brasil
Eu gostei muito... eu amo demais meu gaúcho... temos carinho sempre um pelo outro.. vamos ao curso de dança, quando temos vontade de dançar ... Linda poesia!!! Abraços!
Sítio: *****
23/07/2007 12:47:32 Blasco Miranda de Ourofino - Caldas novas / GO - Brasil
Estimada Beatriz Grata surpresa conhece-la como poetiza. Entendo agora o porque de você tratar seus clientes com tanta ternura e educação. Minha jovem poetiza, deliciei-me com seus versos e tocou-me muito a Agua fonte de vida do Universo. Passados os 80, continuo ativamente em minhas lutas sociais seja no MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) e MPA (Movimento dos Pequenos Agricultores) coincidentemente os dois nascidos em seu mimoso e querido Rio Grande. Uma de minhas caminhadas da vida é a luta pela preservação da água, esta dádiva da natureza que os assassçinos do agronegócio vão aos poucos destruindo criminosamente em suas nascentes, o mesmo que eliminar o naciturno no pós párto. Beatriz, muito obrigado pelos bons momentos proporcionado por suas lindas poesias. Um fraterno e carinhoso abraço do colega e amigo que muito lhe estima Blasco Miranda de Ourofino
Sítio: *****
27/06/2007 17:04:41 galdenio - floripa / SC - Brasil
Linda poeta!: so quem viveu um verddeiro AMOR e que sabe o verdadeiro significado da tua Poesia!
Sítio: *****
19/06/2007 20:59:40 Leticia - campo grande / MS - Brasil
amiga Beatriz que obra linda e essa tua poesia Tive um coso extraconjugal,aprincipio pensei que ia esquecer ledo engano,pois sua poesia me acendeu tudo de nono,quando vc fala de flores e de cerrado me lembro dele. Prosear;Faziamos amor olhando nos olhos e falando de amor perdi ele por bobagem minha,em não ter acretitado nele, isso esta me custando muito caro pois toda vez que me lembro dele me ARRIPIO.depois de ler sua obra magica; vou procuralo não sei se ele vai me entender torça pormim minha amiga pois sua poesia me encorajou beijo dessa desconhecida.
Sítio: *****
08/06/2007 12:09:59 Eunice - Canoas / RS - Brasil
Parabéns , Maria Beatriz... Fina sensibilidade e leveza... Essa poesia é um acalanto pra quem tem amor distante,mas tem esperança desse amor voltar... adorei teu trabalho...vou continuar acompanhando.Um abraço...Nice
Sítio: *****
29/05/2007 20:54:37 Geraldo - guara / DF - Brasil
LINDA LINDA,ESPECIAL PARA QUEM AMA OU JA AMOR! PARA BENS PELO O PRIMOR DA POESIA.
Sítio: *****
20/05/2007 10:18:24 evandro - Barra Velha / SC - Brasil
Poesia louca de especial, excelente para declamação.
Sítio: *****
11/04/2007 22:23:28 CEDALIA BANDEIRA - CERRITO / RS - Brasil
LINDA A POESIA , TAMBEM FAÇO VERSOS E ADORO COMPOR, MAS E SOMENTE PARA MIM MESMA E E EMA PAIXAO QUE NAO TEROCO POR OUTRA.
Sítio: *****
Untitled Document